Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2014 > 12 > Levantamento analisa hábitos alimentares dos brasileiros

Saúde

Levantamento analisa hábitos alimentares dos brasileiros

Alimentação balanceada

Cerca de 60% dos alimentos com maior teor de gordura fazem parte da alimentação diária da população
por Portal Brasil publicado: 15/12/2014 17h15 última modificação: 15/12/2014 17h27
Divulgação/Senado Federal Pesquisa foi feita entre agosto de 2013 e fevereiro de 2014 com 63 mil pessoas em todo o País

Pesquisa foi feita entre agosto de 2013 e fevereiro de 2014 com 63 mil pessoas em todo o País

A Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo Ministério da Saúde, em parceria com o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, mostra que a população brasileira está preferindo alimentos mais gordurosos na hora de se alimentar.

De acordo com os dados, cerca de 60% dos alimentos com maior teor de gordura fazem parte da alimentação diária da população. Na pesquisa, feita entre agosto de 2013 e fevereiro de 2014 com 63 mil pessoas em todo o País, 37,2% dos entrevistados disseram que comem comida muito gordurosa. Entre os homens, esse percentual é de para 47,2%.

O designer Leonardo Martins é um exemplo disso. Ele tem 30 anos e reconhece que não se alimenta bem. "Eu sempre morei sozinho, eu não sei cozinhar direito, eu sou o tipo do cara que coloco o 'Nissim' para fazer e coloco alguma coisa em cima. Na verdade eu me alimento muito mal, eu não como salada, eu evito comer verdura, fruta raramente eu como. Eu geralmente como comida básica, como pão, faço sanduiche e eu não gosto de cozinhar. Eu tenho que sair para comer alguma coisa se for um pouco mais elaborado", conta. 

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde com o público feminino, as mulheres têm a alimentação um pouco mais saudável: 28% das entrevistadas admitem que comem alimentos gordurosos.

A servidora pública Cristiane Amorim, 31 anos, possui uma alimentação balanceada. Ela não abre mão de levar sua própria marmita com a dieta certa para as cinco refeições que ela faz todos os dias.  "Eu trago a bolsa com as marmitas de todas as refeições que eu faço, do almoço, do café da manhã, do lanche da tarde e do lanche do meio da manhã também. Dentro dessa dieta tem os nutrientes que são saudáveis", relata. 

Apesar de os dados da pesquisa apontarem que no geral a população brasileira está procurando ter hábitos de vida mais saudáveis, o consumo de gordura na alimentação é preocupante.

A coordenadora geral de Doenças e Agravos não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, diz que esses alimentos prejudicam a saúde da população. "Os alimentos gordurosos, as carnes com gordura, elas têm um teor bastante recessivo de gordura prejudicial para as doenças cardiovasculares. Então, reduzir esse tipo de consumo no cotidiano é algo que traz muitos benefícios e seria recomendado", afirma. 

Para incentivar a prática de hábitos saudáveis no País, o Ministério da Saúde lançou recentemente o Guia Alimentar para População Brasileira, que traz os cuidados e caminhos para alcançar uma alimentação saudável. Para saber mais, acesse o site do Ministério.

Confira as orientações do novo Guia Alimentar para a População Brasileira

Fonte: 

Blog da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital