Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2015 > 03 > Saiba como agir em situações de emergências

Saúde

Saiba como agir em situações de emergências

Atendimento

Serviço do SAMU 192 registra a ocorrência, classifica o risco e orienta a pessoa até a chegada de uma ambulância
por Portal Brasil publicado: 10/03/2015 15h56 última modificação: 10/03/2015 16h36
Foto:Antônio Milena/Agência Brasil Samu possui mais de três mil veículos para atender cerca de 150 milhões de pessoas em todo o País

Samu possui mais de três mil veículos para atender cerca de 150 milhões de pessoas em todo o País

Em situações de emergência, muitas pessoas não sabem quais procedimentos tomar ou em que situações devem chamar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) 192. 

O coordenador geral da Força Nacional do SUS e SAMU, Paulo Abrahao, explica como a população deve agir em situações como a descrita. "Através do dígito 192 você tem acesso a esse serviço. O acionamento é feito por essa central, você vai dizer seu nome, o que aconteceu e onde aconteceu, de uma maneira rápida e a partir da classificação do risco que ele vai tomar uma decisão, que pode ser desde uma orientação por telefone até o envio de uma ambulância básica ou avançada para o local."

A babá Regiane Gomes de Carvalho precisou do SAMU recentemente para socorrer o marido vítima de um acidente vascular cerebral. Ela conta que ficou satisfeita com o atendimento "Eles perguntaram qual era o sintoma, aí eu expliquei o sintoma dele, o que ele estava fazendo e aí eles falaram para não dar medicamento nenhum. Aí ele chegou, medicou ele, colocaram ele na maca e levamos para o hospital. A gente fica agoniada, não sabe o que fazer, e eles orientando é muito mais fácil. Todas as vezes que eu liguei fui bem atendida. Eles tentam acalmar a gente para que não fique nervosa que é bem pior."

O coordenador geral da Força Nacional do SUS e SAMU, Paulo Abrahao, destaca ainda que a Regiane fez bem em não ter socorrido a vítima antes da chegada do SAMU. "Você não deve mexer na vítima. O teu socorro é ligar para o 192, porque se você mexe nela, você pode fazer uma outra sequela mais grave na vítima. Você não sabe o tipo de trauma e lesão interna que essa vítima pode ter, você pode estar agravando essa lesão interna, uma fratura, uma hemorragia."

O SAMU possui mais de três mil veículos para atender cerca de 150 milhões de pessoas em todo o País.

Fonte:

Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital