Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 01 > Saiba mais sobre dengue, chikungunya e zika

Saúde

Saiba mais sobre dengue, chikungunya e zika

Informação

Fiocruz explica as origens dessas enfermidades, sintomas, complicações, riscos na gravidez e para recém-nascidos
por Portal Brasil publicado: 17/01/2016 22h31 última modificação: 20/01/2016 17h40

Dengue, chikungunya e zika são três vírus que estão circulando ao mesmo tempo no Brasil, colocando a saúde pública em alerta. Para ajudar a população a entender melhor a atual situação, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) preparou o infográfico "Aedes em foco: arboviroses em expansão no Brasil", que trata das origens dessas enfermidades, sintomas, complicações e riscos na gravidez e para recém-nascidos.

Dengue, chikungunya e zika são transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. Embora apresentem sinais clinicamente parecidos, como febre, dores de cabeça, dores nas articulações, enjoo e exantema (rash cutâneo ou manchas vermelhas pelo corpo), há alguns sintomas marcantes que diferem as enfermidades. O material da Fiocruz esclarece essas diferenças.

O conteúdo presente no infográfico foi elaborado com base em um artigo científico de pesquisadores da Fiocruz e do Núcleo Operacional Sentinela de Mosquitos Vetores, publicado em maio de 2015 na revista Cadernos de Saúde Pública, cujo tema central é o estabelecimento de chikungunya no País.

Com importantes descobertas sobre associação entre o zika vírus e casos de microcefalias no Brasil e a Síndrome de Guillain Barré, o material foi ampliado. Confira abaixo:

Infográfico Fiocruz

Fonte: Portal Brasil, com informações da Fiocruz

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Anvisa propõe novo marco regulatório para os suplementos alimentares
Agência Nacional de Vigilância Sanitária propõe novo marco regulatório para garantir a segurança do consumidor
ANS anuncia novos procedimentos que planos de saúde deverão cobrir
Agência Nacional de Saúde inclui novo conjunto de exames, terapias e procedimentos ao ROL mínimo dos planos de saúde
Governo pretende imunizar 2,8 milhões contra a febre amarela em SP
Até o momento, nenhuma pessoa morreu por causa da doença no estado. Um dose da vacina é suficiente para proteger quem toma por toda a vida
Agência Nacional de Vigilância Sanitária propõe novo marco regulatório para garantir a segurança do consumidor
Anvisa propõe novo marco regulatório para os suplementos alimentares
Agência Nacional de Saúde inclui novo conjunto de exames, terapias e procedimentos ao ROL mínimo dos planos de saúde
ANS anuncia novos procedimentos que planos de saúde deverão cobrir
Até o momento, nenhuma pessoa morreu por causa da doença no estado. Um dose da vacina é suficiente para proteger quem toma por toda a vida
Governo pretende imunizar 2,8 milhões contra a febre amarela em SP

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC

Governo digital