Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 02 > Anvisa concede registro a teste rápido de zika

Saúde

Anvisa concede registro a teste rápido de zika

Registro

De acordo com o fabricante, o resultado pode ser conhecido entre 15 e 20 minutos após a aplicação
por Portal Brasil publicado: 15/02/2016 19h33 última modificação: 16/02/2016 10h15
Foto: Governo do PR Este é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico da Zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus

Este é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico da Zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta segunda-feira (15), registro a um teste rápido para detecção do zika vírus. Trata-se de um produto especialmente voltado para triagem instantânea de pacientes. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (15).

De acordo com o fabricante, o resultado pode ser conhecido entre 15 e 20 minutos após a aplicação. Ele detecta anticorpos IgG e IgM em amostras de sangue. Os anticorpos IgG permitem o diagnóstico pós-infecção, e os do tipo IgM permitem a identificação da fase aguda da infecção.

Esse é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico de zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus, pois faz a detecção por meio da presença de anticorpos.

O produto, fabricado pela empresa canadense Biocan Diagnostics INC., utiliza como suporte uma membrana de nitrocelulose em que os anticorpos são capturados e revelados por meio de uma reação que promove a formação de uma banda em cor vermelha para cada um dos anticorpos presentes.  

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , , , ,
Assunto(s): Saúde, Medicamentos

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

 Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Divulgação/Governo do Rio Grande do Sul
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Foto: Gilson Abreu/Fiep
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Carla Cleto/Governo de Alagoas
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital