Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 02 > Anvisa concede registro a teste rápido de zika

Saúde

Anvisa concede registro a teste rápido de zika

Registro

De acordo com o fabricante, o resultado pode ser conhecido entre 15 e 20 minutos após a aplicação
por Portal Brasil publicado: 15/02/2016 19h33 última modificação: 16/02/2016 10h15
Foto: Governo do PR Este é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico da Zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus

Este é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico da Zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta segunda-feira (15), registro a um teste rápido para detecção do zika vírus. Trata-se de um produto especialmente voltado para triagem instantânea de pacientes. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (15).

De acordo com o fabricante, o resultado pode ser conhecido entre 15 e 20 minutos após a aplicação. Ele detecta anticorpos IgG e IgM em amostras de sangue. Os anticorpos IgG permitem o diagnóstico pós-infecção, e os do tipo IgM permitem a identificação da fase aguda da infecção.

Esse é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico de zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus, pois faz a detecção por meio da presença de anticorpos.

O produto, fabricado pela empresa canadense Biocan Diagnostics INC., utiliza como suporte uma membrana de nitrocelulose em que os anticorpos são capturados e revelados por meio de uma reação que promove a formação de uma banda em cor vermelha para cada um dos anticorpos presentes.  

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , , , ,
Assunto(s): Saúde, Medicamentos

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de sangue
Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Doação de Sangue 2017
Acordo entre governo e indústria reduziu 17 mil toneladas de sódio nos alimentos
Novo acordo pretende reduzir mais 11 mil toneladas da substância nos alimentos mais consumidos no País
Médicos destacam importância dos transplantes
Profissionais contam sobre os bastidores dos transplantes realizados no Brasil
Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Doação de Sangue 2017
Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de sangue
Novo acordo pretende reduzir mais 11 mil toneladas da substância nos alimentos mais consumidos no País
Acordo entre governo e indústria reduziu 17 mil toneladas de sódio nos alimentos
Profissionais contam sobre os bastidores dos transplantes realizados no Brasil
Médicos destacam importância dos transplantes

Últimas imagens

Os produtos são da categoria de alimentos de transição, utilizados como complemento ao leite materno
Os produtos são da categoria de alimentos de transição, utilizados como complemento ao leite materno
Foto: Sergio Amaral/MDS
Outros medicamentos estão na lista para uma próxima compra conjunta entre os países, como o Eculizumabe
Outros medicamentos estão na lista para uma próxima compra conjunta entre os países, como o Eculizumabe
J. Freitas/Agência Brasil
Propriedades funcionais somente podem ser alegadas quando atendidas às exigências para comprovação
Propriedades funcionais somente podem ser alegadas quando atendidas às exigências para comprovação
Divulgação/Ministério da Saúde
Doença afeta entre 10% a 25% da população adulta, segundo a Anvisa
Doença afeta entre 10% a 25% da população adulta, segundo a Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
O brasileiro ingere 12 gramas de sódio por dia, mais que o dobro do sugerido pela Organização Mundial da Saúde
O brasileiro ingere 12 gramas de sódio por dia, mais que o dobro do sugerido pela Organização Mundial da Saúde
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital