Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 02 > Governo mobiliza comunidades indígenas contra o Aedes aegypti

Saúde

Governo mobiliza comunidades indígenas contra o Aedes aegypti

Eletrobras

Material informativo do Ministério da Saúde conscientiza os indígenas sobre a importância do combate ao mosquito
por Portal Brasil publicado: 23/02/2016 12h35 última modificação: 25/02/2016 15h55

O povo Kayapó, na bacia do rio Xingu, Pará, com mais de 15 mil indígenas, foi orientado no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças. A ação de conscientização foi promovida pelo Ministério de Minas e Energia com apoio de entidades e empresas do setor energético-mineral. Funcionários da Eletrobras distribuíram material informativo do Ministério da Saúde para conscientizar os indígenas sobre a importância do combate ao mosquito.

A visita incentivou o Instituto Kabu, que representa os Kayapó do Oeste, a divulgar nas aldeias um vídeo em mebengokre (a língua kayapó) sobre o combate ao mosquito. A mobilização contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika está mais adiantada nas localidades visitadas pelos servidores da estatal.

“Eles já estão se mobilizando para traduzir todas as informações para o mebengokre”, conta Pedro Villela Capanema Garcia, do Departamento de Responsabilidade Social e Projetos com a Sociedade da Eletrobras. De acordo com Garcia, os indígenas e o Instituto Kabu traduzirão também a campanha de rádio para a Língua dos Kayapó.

“O rádio é fundamental na região. Os índios se comunicam por ele para qualquer coisa. Vai ser muito importante para a campanha que o conteúdo seja traduzido e transmitido pelo rádio”, afirma Pedro, que ficou impressionado com a disposição dos Kayapós em participar da campanha. “Eles descobriram, na Secretaria Especial de Saúde Indígena, na cidade de Tucumã, que fica bem distante, um vídeo que mostra como combater o mosquito, o trouxeram e exibiram num laptop.”

No lado leste, a Associação Floresta Protegida (AFP), parceira da Eletrobras na região, começará a mobilização nas próximas semanas. A região abrange 30 aldeias, com cerca de 4,5 mil indígenas.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério de Minas e Energia

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Porque gestantes devem tomar a vacina da gripe
A médica Silândia Amaral Freitas explica porque as gestantes não devem deixar de tomar a dose da vacina
Fórum Global Alusivo ao Dia Mundial de Doação de Leite
Governo lança conteúdo em espanhol para profissionais de saúde sobre o amamentação de bebês nascidos com microcefalia
Governo e Cartoon Network convocam crianças a combater o Aedes
Crianças são convocadas, como super-heróis, para combater o mosquito responsável por transmitir dengue, chikungunya e zika
A médica Silândia Amaral Freitas explica porque as gestantes não devem deixar de tomar a dose da vacina
Porque gestantes devem tomar a vacina da gripe
Governo lança conteúdo em espanhol para profissionais de saúde sobre o amamentação de bebês nascidos com microcefalia
Fórum Global Alusivo ao Dia Mundial de Doação de Leite
Crianças são convocadas, como super-heróis, para combater o mosquito responsável por transmitir dengue, chikungunya e zika
Governo e Cartoon Network convocam crianças a combater o Aedes

Últimas imagens

Segundo resolução da Anvisa, os rótulos deverão informar a existência de dezessete substâncias
Segundo resolução da Anvisa, os rótulos deverão informar a existência de dezessete substâncias
Divulgação/EBC
Confira também dicas de como preceder no caso de suspeita de infarto
Confira também dicas de como preceder no caso de suspeita de infarto
Infográfico mostra resultado de acordo entre governo federal e indústrias de alimentos para diminuir quantidade de sal em produtos
Infográfico mostra resultado de acordo entre governo federal e indústrias de alimentos para diminuir quantidade de sal em produtos

Governo digital