Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 02 > Trote Cidadão inclui universitários no combate ao Aedes

Saúde

Trote Cidadão inclui universitários no combate ao Aedes

Universidade Federal da Paraíba

A mobilização de combate ao mosquito começou em 29 de janeiro, com a capacitação de mais de 300 funcionários
por Portal Brasil publicado: 06/02/2016 10h30 última modificação: 12/02/2016 15h30
Dennisson Vasconcelos/UFPB A campanha contra o mosquito já começou em todos os campi da UFPB, com distribuição de panfletos e conscientização de estudantes e funcionários

A campanha contra o mosquito já começou em todos os campi da UFPB, com distribuição de panfletos e conscientização de estudantes e funcionários

Calouros da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) participam de um trote solidário que envolve o combate ao Aedes aegypti nos campi da instituição. Com a ação, eles ajudam no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. O "Trote Cidadão" conta com apoio das secretarias de saúde municipais.

Além do campus de João Pessoa, os campi de Bananeiras, Areia, Rio Tinto e Mamanguape e a unidade de Mangabeira recebem ações de combate ao mosquito e de conscientização.

“Vendo o problema do zika vírus, achamos importante assumir essa batalha contra o mosquito”, afirmou o vice-coordenador da Comissão de Gestão Ambiental (CGA) da UFPB, professor Ruy Portela.

Mobilização

A mobilização de combate ao mosquito começou em 29 de janeiro, com a capacitação de mais de 300 funcionários, responsáveis pela limpeza do campus I (João Pessoa), e a participação de agentes de saúde da capital paraibana. Os servidores estão aptos a vistoriar instalações, eliminar focos de insetos e realizar ações preventivas. No mesmo dia, foi feita uma varredura no campus, além de outras atividades no decorrer da semana.

O Trote Cidadão é uma extensão do já existente Trote Verde, aplicado na universidade desde 2010, que repassa a consciência ambiental aos novos alunos da UFPB com o replantio de espécies originárias da Mata Atlântica. Desde o início, foram plantadas mais de 3 mil mudas nos campi da instituição.

Para a reitora Margareth Diniz, ações como essa demonstram o engajamento de todos os segmentos de servidores da instituição. “Sempre pensando em promover o bem, tanto para a comunidade acadêmica quanto para toda sociedade que frequenta e utiliza os serviços que a UFPB disponibiliza.”

Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió
A Anvisa proibiu também a fabricação e distribuição do produto saneante Hipoclorito de sódio Clorunforte
A Anvisa proibiu também a fabricação e distribuição do produto saneante Hipoclorito de sódio Clorunforte
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Governo digital