Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 05 > Ministério da Saúde reforça combate ao Aedes na Olimpíada

Saúde

Ministério da Saúde reforça combate ao Aedes na Olimpíada

Jogos Olímpicos

Serão contratados 3.500 agentes para eliminar focos do mosquito, instruir pessoas e visitar o entorno de onde acontecerão os jogos
por Portal Brasil publicado: 25/05/2016 10h36 última modificação: 25/05/2016 13h03
Arquivo/Agência Brasil 3.500 agentes externos vão eliminar focos do mosquito instruir as pessoas e visitar toda a região onde ocorrem os Jogos Olímpicos

3.500 agentes externos vão eliminar focos do mosquito instruir as pessoas e visitar toda a região onde ocorrem os Jogos Olímpicos

O governo brasileiro tomará medidas importantes para combater o mosquito Aedes Aegypt  e proteger a saúde dos visitantes durante a Olimpíada do Rio 2016. Entre as medidas está a contratação de 3.500 agentes externos, que vão eliminar focos da dengue, instruir as pessoas e visitar toda a região do entorno das áreas onde acontecerão os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. 

A informação foi repassada pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante encontro com o diretor-geral do Comitê Olímpico Internacional (COI), Christophe de Kepper, e com o diretor médico do COI, Richard Budgett, na Suíça, para proteger a saúde dos visitantes durante a Olimpíada. 

No encontro, Barros lembrou ainda que foram contratados mais de 2.500 profissionais de saúde temporários, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e outras áreas para reforçar o atendimento nos hospitais federais do Estado e apoiar os 130 leitos de retaguarda que serão abertos na rede federal, além das 146 ambulâncias que estarão disponíveis para cobertura da população durante o período das competições. 

Kepper disse estar satisfeito em constatar que o governo brasileiro está trabalhando com a OMS. “Estamos plenamente confiantes de que as medidas tomadas pelo Brasil vão fornecer condições seguras para aqueles ansiosos por vivenciar ótimos jogos em algumas semanas", disse o diretor-geral do COI.

As iniciativas incluem ainda a montagem do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS), que será ativado no dia 5 de julho – um mês antes do início dos Jogos – e segue até 5 de outubro. O Centro irá monitorar as situações de risco, a demanda por atendimento, a vigilância epidemiológica e sanitária, além de coordenar respostas diante de emergências em saúde pública.

Outra ferramenta é a página Saúde do Viajante, com orientações para os turistas protegerem sua saúde durante a viagem e pode ser acessado nos idiomas português, inglês, espanhol e francês.

Seguindo a experiência bem-sucedida da Copa do Mundo de 2014, a população contará com o aplicativo Guardiões da Saúde. Na ferramenta, o usuário poderá indicar, por exemplo, a sua condição de saúde e receber informações sobre sintomas similares relatadas em determinadas localidades. Os usuários ainda podem acompanhar orientações sobre os cuidados com as doenças mais comuns no Brasil, como as transmitidas pelo Aedes aegypti. O aplicativo já está disponível para download, gratuitamente, nas lojas virtuais Play Store e Apple Store e também pode ser acessada pela web.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Assunto(s): Saúde, Esporte

Missão Transplante

Últimos vídeos

Anvisa propõe novo marco regulatório para os suplementos alimentares
Agência Nacional de Vigilância Sanitária propõe novo marco regulatório para garantir a segurança do consumidor
ANS anuncia novos procedimentos que planos de saúde deverão cobrir
Agência Nacional de Saúde inclui novo conjunto de exames, terapias e procedimentos ao ROL mínimo dos planos de saúde
Governo pretende imunizar 2,8 milhões contra a febre amarela em SP
Até o momento, nenhuma pessoa morreu por causa da doença no estado. Um dose da vacina é suficiente para proteger quem toma por toda a vida
Agência Nacional de Vigilância Sanitária propõe novo marco regulatório para garantir a segurança do consumidor
Anvisa propõe novo marco regulatório para os suplementos alimentares
Agência Nacional de Saúde inclui novo conjunto de exames, terapias e procedimentos ao ROL mínimo dos planos de saúde
ANS anuncia novos procedimentos que planos de saúde deverão cobrir
Até o momento, nenhuma pessoa morreu por causa da doença no estado. Um dose da vacina é suficiente para proteger quem toma por toda a vida
Governo pretende imunizar 2,8 milhões contra a febre amarela em SP

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC

Governo digital