Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 06 > Governo libera R$ 19,5 milhões para a saúde no Rio de Janeiro

Saúde

Governo libera R$ 19,5 milhões para a saúde no Rio de Janeiro

Apoio financeiro

Investimento do Ministério da Saúde será destinado a regularização dos atendimentos de emergência e alto risco nos hospitais do Estado
por Portal Brasil publicado: 03/06/2016 15h50 última modificação: 06/06/2016 11h25
Arquivo/Agência Brasil Desde dezembro do ano passado, ministério da saúde já investiu mais de R$64 milhões no estado

Desde dezembro do ano passado, ministério da saúde já investiu mais de R$64 milhões no estado

O ministério da Saúde liberou mais de R$ 19,5 milhões para auxiliar na normalização dos serviços no Rio de Janeiro. O repasse vai atender às áreas da atenção de média e alta complexidade, como os procedimentos de emergência e serviços especializados. A portaria com o repasse foi publicada nesta sexta-feira (03) no Diário Oficial da União.

O investimento, que será depositado em parcela única, é mais uma ajuda ao governo fluminense, que decretou Estado de emergência no sistema de saúde no fim do ano passado. Em dezembro, o ministério da Saúde já havia liberado R$ 45 milhões. “A pasta está empenhada em garantir a normalização dos serviços de saúde no Rio de Janeiro”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Além desses recursos, o Ministério da Saúde também investiu na contratação de profissionais temporários. Desde janeiro, quase três mil profissionais  de médicos, enfermeiros, técnicos a assistentes  reforçam o atendimento da população nos hospitais federais do Estado.

Além disso, em maio, o governo federal, estadual e municipal firmaram uma parceria para assegurar que turistas, atletas e moradores tivessem assistência à saúde para quaisquer intercorrências de possíveis endemias durante os Jogos.

Olimpíada

Para reforçar o serviço de saúde no Estado no período dos Jogos Olímpicos, o ministério da Saúde já disponibilizou 146 ambulâncias para cobertura da população durante o período das competições. Duas parcelas dos repasses para custeio das ambulâncias já foram transferidas, e a última está programada para o mês de agosto. Esse recurso pode ser utilizado para a compra de insumos, combustível, entre outros itens. Do total de ambulâncias que serão cedidas, dez unidades foram entregues em 2015 ao governo do Rio.

Após a Olimpíada, as ambulâncias serão distribuídas a outras cidades para renovação da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de todo o País. A pasta investiu mais de R$ 42 milhões na aquisição e aparelhamento dos veículos.

Além dos já ofertados à população, serão abertos mais 130 leitos de retaguarda nos hospitais federais e institutos do Rio de Janeiro, sendo 62 clínicos, 58 cirúrgicos, quatro coronarianas e seis pediátricos. Outra ação é a disponibilização de 3,5 mil agentes externos, que vão eliminar focos da dengue, instruir as pessoas e visitar toda a região do entorno das áreas onde serão realizados os Jogos.

As iniciativas desenvolvidas no âmbito da saúde para os Jogos Olímpicos incluem ainda a montagem de um centro de operações para atuar em ocasiões de emergência e auxiliar na organização da rede de assistência. O CIOCS (Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde) será ativado.

Outra medida será a implantação de um centro de operações para atuar em ocasiões de emergência, que vai começar a funcionar a partir do dia 5 de julho. O Centro irá monitorar as situações de risco, a demanda por atendimento, a vigilância epidemiológica e sanitária, além de coordenar respostas diante de emergências em saúde pública.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Governo digital