Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2016 > 09 > Vigilância sanitária suspende propaganda irregular de alimentos na internet

Saúde

Vigilância sanitária suspende propaganda irregular de alimentos na internet

Fiscalização

Anúncios de duas empresas atribuíram propriedades terapêuticas não autorizadas a produtos
por Portal Brasil publicado: 09/09/2016 18h05 última modificação: 14/09/2016 00h07
Foto: Divulgação/Agência Brasil Ambas resoluções foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (9)

Ambas resoluções foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (9)

Está suspensa a publicidade de efeitos terapêuticos dos produtos da marca Essential, comercializados pela empresa INP Indústria de Alimentos Eireli ME. A decisão foi publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por meio da portaria Nº 2.414, no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (9).

Os itens, divulgados no site essencialnutrition.com.br, atribuíam propriedades de saúde ou funcionais não autorizadas.

A agência também determinou a suspensão de divulgação de produtos da empresa Ruri Karauchi Okamoto ME, divulgados no site okamotoalimentos.com.br, por propaganda irregular. A ação tem como base a resolução Nº 2.416, que também foi publicada no DOU desta sexta-feira (9).

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió

Governo digital