Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2017 > 04 > Anvisa aprova medicamento para diabetes tipo 2

Saúde

Anvisa aprova medicamento para diabetes tipo 2

Tratamento

Registro do produto biológico Xultophy é inédito no Brasil e foi aprovado nesta segunda-feira (3) pela agência
por Portal Brasil publicado: 03/04/2017 16h44 última modificação: 03/04/2017 16h53
Divulgação/Ministério da Saúde Quando combinado com hipoglicemiantes orais, remédio aprovado auxilia no controle glicêmico

Quando combinado com hipoglicemiantes orais, remédio aprovado auxilia no controle glicêmico

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta segunda-feira (3), o registro de mais um produto biológico para tratamento de diabetes mellitus tipo 2. O registro do Xultophy, inédito no Brasil, foi publicado no Diário Oficial da União.

O Xultophy é indicado para o tratamento de adultos com diabetes mellitus tipo 2 e trata-se de um composto formado pela combinação entre a insulina degludeca e a liraglutida.

O medicamento, quando combinado com hipoglicemiantes orais, auxilia no controle glicêmico do paciente. O Xultophy atua em conjunto com outros hipoglicemiantes orais quando estes não fornecem o controle glicêmico adequado.

Medicamento genérico

Na última segunda-feira (27/3), a Anvisa aprovou o registro do genérico dapagliflozina, também utilizado para o tratamento de diabetes tipo 2. A medida é uma nova opção de controle glicêmico dos pacientes.

A substância é indicada junto a exercícios físicos e à dieta alimentar para melhorar o controle dos níveis de açúcar no sangue em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. O medicamento genérico foi registrado pela empresa Astrazeneca do Brasil Ltda.

A dapagliflozina não deve ser usada no tratamento de pessoas com diabetes mellitus tipo 1 ou, ainda, no tratamento de cetoacidose diabética. O produto é contraindicado, também, caso o paciente tenha problemas renais ou doenças cardiovasculares.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital