Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2017 > 06 > Anvisa registra genéricos de antibiótico e de sedativo

Saúde

Anvisa registra genéricos de antibiótico e de sedativo

Medicamentos

Remédios devem entrar no mercado com um valor pelo menos 35% menor que o valor do produto de referência
por Portal Brasil publicado: 12/06/2017 16h30 última modificação: 13/06/2017 07h01
Foto: Arquivo/ Agência Brasil Registros dos dois novos remédios foram publicados no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (12)

Registros dos dois novos remédios foram publicados no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (12)

A Anvisa publicou no Diário Oficial da União (DOU), desta segunda-feira (12)., o registro de dois medicamentos genéricos inéditos: o genérico maleato de levomepromazina e o genérico limeciclina. De acordo com a lei dos genéricos, esses remédios devem entrar no mercado com um valor pelo menos 35% menor que o valor do produto de referência.

O maleato de levomepromazina é um medicamento cuja ação esperada é a sedação e a melhora de quadros mentais, como, por exemplo, a ansiedade em pacientes psicóticos. O genérico revestidos de 100 mg, cujo medicamento de referência é o Neozine, foi registrado pela empresa Hipolabor Farmacêutica Ltda.

Já o limeciclina é indicado para o tratamento de infecções sensíveis às tetraciclinas. Na dermatologia, o produto é indicado para o tratamento da acne vulgar e da rosácea. É inclusive um antibiótico eficaz contra micro-organismos sensíveis. O genérico limeciclina cápsulas duras de 150 e 300 mg, cujo medicamento de referência é o Tetralysal, foi registrado pela empresa EMS S/A.

Novo registro

Também nesta segunda (12), o medicamento Oncaspar (pegaspargase) foi registrado como produto biológico novo, de acordo com a resolução RDC 55, de 16 de dezembro de 2010. O remédio será mais uma opção para o tratamento de pacientes diagnosticados com leucemia linfoblástica aguda (LLA). 

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo amplia vacinação contra HPV para meninos de 11 a 15 anos incompletos
Homens e mulheres transplantados, além de pacientes em radioterapia e quimioterapia, também serão imunizados
SUS oferece tratamento gratuito contra a asma
Sistema Único de Saúde disponibiliza, de forma gratuita, os medicamentos para tratamento contra a asma
Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de sangue
Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Doação de Sangue 2017
Homens e mulheres transplantados, além de pacientes em radioterapia e quimioterapia, também serão imunizados
Governo amplia vacinação contra HPV para meninos de 11 a 15 anos incompletos
Sistema Único de Saúde disponibiliza, de forma gratuita, os medicamentos para tratamento contra a asma
SUS oferece tratamento gratuito contra a asma
Nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Doação de Sangue 2017
Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de sangue

Últimas imagens

Pagamento dos recursos, incorporados ao Teto MAC do estado, será feito regularmente em parcelas mensais
Pagamento dos recursos, incorporados ao Teto MAC do estado, será feito regularmente em parcelas mensais
Divulgação/Ministério da Saúde
Os produtos são da categoria de alimentos de transição, utilizados como complemento ao leite materno
Os produtos são da categoria de alimentos de transição, utilizados como complemento ao leite materno
Foto: Sergio Amaral/MDS
Outros medicamentos estão na lista para uma próxima compra conjunta entre os países, como o Eculizumabe
Outros medicamentos estão na lista para uma próxima compra conjunta entre os países, como o Eculizumabe
J. Freitas/Agência Brasil
Propriedades funcionais somente podem ser alegadas quando atendidas às exigências para comprovação
Propriedades funcionais somente podem ser alegadas quando atendidas às exigências para comprovação
Divulgação/Ministério da Saúde
Doença afeta entre 10% a 25% da população adulta, segundo a Anvisa
Doença afeta entre 10% a 25% da população adulta, segundo a Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital