Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2017 > 08 > Testes rápidos para dengue e chikungunya são incluídos na tabela do SUS

Saúde

Testes rápidos para dengue e chikungunya são incluídos na tabela do SUS

Diagnóstico

Serão ofertados três milhões de testes para serem distribuídos a estados e municípios
por Portal Brasil publicado: 10/08/2017 11h49 última modificação: 10/08/2017 16h03

Os testes rápidos para dengue e chikungunya foram incluídos na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS). A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (10).

A decisão considerou a necessidade de otimizar o diagnóstico laboratorial. Serão disponibilizados aos estados e municípios dois milhões de testes rápidos imunocromatografia qualitativa (IgM/IgG) para dengue e um milhão de testes rápidos imunocromatográficos IgM para chikungunya.

Teste do Zika Vírus

O SUS também já oferece o teste rápido para o zika vírus. É feito em gestantes e nas crianças que têm até 1 ano de idade, com resultado em até 20 minutos. O objetivo é verificar a possível contaminação e possibilitar imediato acompanhamento do caso.

São 2 testes em 1. O primeiro identifica se o cidadão está com o vírus, já o segundo observa se ele já foi portador do vírus em alguma fase da vida. 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Diário Oficial da União.

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital