Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2017 > 11 > SUS incorpora novo medicamento para tratamento de Alzheimer

Saúde

SUS incorpora novo medicamento para tratamento de Alzheimer

Tratamento

Remédio será distribuído aos pacientes pela rede pública de saúde para reduzir os sintomas e o avanço da doença
publicado: 09/11/2017 21h12 última modificação: 09/11/2017 23h28

Para melhorar a qualidade de vida de pacientes com Alzheimer, o Ministério da Saúde incorporou um novo medicamento ao Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento desses casos. A previsão é de que o remédio Memantina comece a ser distribuído nos próximos seis meses.

A medida vai beneficiar 33% da população de idosos com mais de 85 anos que sofrem com os efeitos da doença, o que corresponde a quase 1,1 milhão de pessoas. Com a falência de neurônios, funções como linguagem, memória, atenção e orientação ficam comprometidas.

"A incorporação é uma luta antiga de representantes e pacientes que sofrem com a doença. É uma conquista significativa que influenciará favoravelmente a qualidade de vida dos doentes e cuidadores”, afirmou o Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Marco Fireman.

O novo remédio controla os sintomas da doença para reduzir o avanço de sua evolução. O tratamento indicado pelo Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas sobre a Doença de Alzheimer ainda recomenda medidas complementares como fisioterapia, fonoaudiologia e sessões de terapia.

Esse acompanhamento é ofertado pelo SUS nos 139 Centros Especializados em Reabilitação espalhados pelo País.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil