Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2017 > 12 > Pacientes com hepatite C terão mais duas opções de medicamento

Saúde

Pacientes com hepatite C terão mais duas opções de medicamento

Tratamento

Aprovação de novas substâncias pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) representa mais um passo nos esforços do Governo do Brasil para erradicar a doença em todo o território nacional
publicado: 08/12/2017 17h23 última modificação: 11/12/2017 11h29

Foto: Rodrigo Nunes/MS

Pacientes com Hepatite C terão mais duas opções de medicamento

O Brasil está cada vez mais próximo de eliminar a transmissão da hepatite C em todo o território nacional. Após a apresentação, em novembro, do plano nacional para erradicar a doença, mais uma novidade: pacientes diagnosticados terão duas novas opções de remédio para tratamento, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“Vamos dispor de medicamentos que podem ser oferecidos em qualquer estágio da infecção, o que vai gerar um acesso mais rápido às substâncias. Isso muda a história de uma doença que, em um passado não muito distante, tinha índices de cura de 40% a 50%. Agora, teremos quase 90%”, comemora o presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa.

Saiba mais sobre os novos medicamentos:

Zepatier

  • Composição: a substância é uma associação dos princípios ativos elbasvir e grazoprevir.
  • Produto: a produção será em forma de comprimido revestido, “na concentração de 50mg de elbasvir e 100mg de grazoprevir”, explica, em nota, a Anvisa.
  • Indicação: tratamento em adultos da hepatite C crônica (HCC) genótipos 1 ou 4.
  • Fabricante: MSD International GmbH T/A MSD Ireland.
  • Importadora: Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda., localizada em Campinas (SP).


Harvoni

  • Composição: a substância é uma associação entre os princípios ativos ledipasvir e sofosbuvir.
  • Indicação: tratamento em adultos com Hepatite C Crônica (HCC) genótipo 1.
  • Fabricante: Patheon Inc.
  • Importadora: Gilead Sciences Farmacêutica do Brasil Ltda., localizada em Vargem Grande Paulista (SP).


Fonte: Governo do Brasil, com informações da Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil