Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2010 > 04 > Passageiro no Brasil conta com 130 voos por dia para 30 países

Turismo

Passageiro no Brasil conta com 130 voos por dia para 30 países

por Portal Brasil publicado : 14/04/2010 19h44

Para o usuário de transporte aéreo que planeja ir ao exterior, quanto mais opções de destinos e companhias, melhores serão as possibilidades de encontrar uma viagem adequada, seja a negócios ou a lazer. No Brasil, essa conectividade nunca foi tão alta: segundo os dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), são 920 decolagens todas as semanas para 30 países, cerca de 130 voos por dia – isso sem considerar os voos exclusivamente cargueiros e as possibilidades de conexão para qualquer destino.

Comparado a 2003, época de forte tráfego partindo do Brasil, o número representa um crescimento de quase 63,4% nas freqüências internacionais. Naquele ano, o passageiro podia partir do Brasil para 26 países. Hoje, há voos para 30 países – com o acréscimo de Emirados Árabes, Israel, Turquia, China e Cabo Verde. Somente as rotas diretas para Cuba deixaram de ser oferecidas.

Já as empresas estrangeiras que voam para o Brasil, cresceram no mesmo período 76,9%: eram 31 companhias no ano de 2003, com 334 frequências, e passaram a ser 42 empresas neste ano, com 591 partidas semanais do País.

Além da queda do dólar, que motivou as viagens para o exterior, as razões para essa expansão também passam pela negociação de acordos aéreos entre o Brasil e outros países e a liberdade tarifária, que acabou com o preço mínimo das passagens aéreas nas rotas internacionais.

Somente nos anos de 2008 e 2009, a Anac renegociou 26 dos 71 acordos bilaterais mantidos pelo País. O foco da agência está na ampliação da capacidade de voos permitidos e nas condições para que as companhias ofereçam rotas de longo curso, inclusive passando por terceiros países. Com isso, há muito mais opções de escalas e conexões em diferentes países, para que o passageiro possa escolher aquela mais adequada à sua necessidade.

Ao mesmo tempo, o fim das tabelas de preços mínimos para os voos internacionais partindo do Brasil motivou o interesse das companhias aéreas por oferecer mais serviços no País. A liberdade tarifária será completa no dia 23 de abril e com ela as empresas podem praticar promoções, em especial em períodos de baixa temporada, o que era limitado quando as tarifas eram controladas.

Fonte:
Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: