Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2013 > 12 > Municípios irão promover festejos juninos no exterior

Turismo

Municípios irão promover festejos juninos no exterior

Divulgação

Edital da Embratur apoiará ações de promoção de festejos juninos no exterior
por Portal Brasil publicado: 11/12/2013 19h17 última modificação: 29/07/2014 09h12

As Prefeituras de São Luís (MA), Boa Vista (RR) e de Bananeiras (PB) e os Estados do Amazonas, de Sergipe e da Bahia foram selecionadas pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) para promover e divulgar as festas juninas no cenário internacional. Lançado em abril deste ano o edital irá investir cerca de R$ 3 milhões para que estados e municípios promovessem as Festas Juninas no exterior. A iniciativa pretende transformá-las ícones da cultura brasileira fora do País.

“O objetivo do programa é agregar um produto importante ao imaginário internacional sobre o Brasil”, explica o presidente da Embratur, Flávio Dino. “O Brasil já é um país mundialmente famoso pelo Carnaval, pela Bossa Nova e por alguns elementos da nossa gastronomia. A Embratur está trabalhando para acrescentar outros produtos a esse cardápio de lembranças do País”, explica. “Em 2014, elas irão coincidir com o período de realização da Copa do Mundo, o que contribui para que os 600 mil turistas que iremos receber nesse período conheçam os festejos de São João, diversificando a imagem sobre o Brasil no mundo”.

A política promocional das Festas Juninas começou a ser lançada em abril, a partir de uma reunião, liderada pela Embratur, com o Ministério da Cultura e secretarias estaduais e municipais de Cultura e Turismo. Em junho, mês da Copa das Confederações, já foram realizadas press trips destacando as Festas Juninas. O objetivo foi estimular reportagens sobre os festejos com o objetivo de colocá-las no roteiro de visitas do turista que virá para a Copa do Mundo em 2014.

De acordo com Dino, as Festas Juninas podem também contribuir para combater os efeitos cíclicos do turismo. “Junho é um mês tradicionalmente de baixo fluxo internacional. Se conseguirmos colocar as Festas Juninas na lista de produtos de milhares de operadores de turismo em todo o mundo, poderemos trazer mais estrangeiros nesse mês” afirma.

O próximo passo do Chamamento Público será a análise processual e ajuste do plano de trabalho visando à celebração do convênio. Isso deverá ocorrer até o dia 31 de dezembro. Serão apoiados projetos com valores entre R$ 100 mil e R$ 300 mil que vieram de entidades de turismo estaduais e municipais. As demais propostas foram desclassificadas por não atenderem os critérios do edital.

Bahia

As festas juninas acontecem em todos os 417 municípios baianos e, no próximo ano, vão coincidir com o período da Copa do Mundo que atrairá cerca de 600 mil turistas estrangeiros ao Brasil.

“A promoção feita no exterior irá se converter em ganho de renda para todos os baianos, além de promover a cultura típica de nosso País e colocar no imaginário coletivo mundial mais essa comemoração brasileira”, avalia Flávio Dino, presidente da Embratur.

Com a verba destinada pela Embratur, o estado realizará um evento típico para profissionais de turismo e público final, além seminário de capacitação para agentes e operadores com ênfase nos atrativos turísticos baianos. A Bahia escolheu o Chile como mercado prioritário dessa ação porque a partir de abril, o estado terá três voos diretos semanais para aquele país.

"O São João da Bahia é uma das maiores festas regionais do Brasil. É comemorado em mais de 400 municípios e movimenta 500 mil pessoas que viajam pelos destinos do Estado. Além disso, é um evento que movimenta algo em torno de R$ 300 milhões e ajuda a gerar emprego e renda para os baianos. O nosso objetivo é transformá-lo em um produto de atração de fluxo internacional", observa o secretário do Turismo da Bahia, Domingos Leonelli.

Município de Bananeiras

Famosa pela festa junina, que tem o forro pé de serra como principal atração, Bananeiras atrai milhares de pessoas anualmente que também buscam um clima mais ameno. A cidade é uma das cidades mais frias do Nordeste, com temperaturas que chegam a 10º C no inverno. Com a verba destinada pela Embratur, a cidade fará promoção turística em Portugal e no Chile.

“A promoção feita no exterior irá se converter em ganho de renda aos moradores de Bananeiras”, avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino. “A Paraíba já é conhecida pelo São João de Campina Grande, agora vamos divulgar outra festa, o que vai beneficiar todo o estado”, conclui.

Sergipe

 “Arraiá do Povo” como é conhecida a maior festa junina do estado, reúne em um só espaço todos os municípios sergipanos que fazem apresentações durante um mês na capital, Aracaju. No próximo ano, o Arraiá do Povo acontecerá entre 12 de junho e 13 de julho, período da Copa do Mundo no Brasil. Sergipe fará promoção turística em diversos países da América Latina e também na Europa.

“A promoção feita no exterior irá se converter em ganho de renda aos moradores de Sergipe, além de ajudar a divulgar mais uma importante festa da cultura brasileira”, avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino.

A cidade cenográfica montada para realizar o Arraiá do Povo reproduz um povoado do interior do estado com coreto, igreja, praça, mercados e restaurantes. Os grupos folclóricos, as quadrilhas juninas, as bandas de pífanos e os trios de forró se apresentam todas as noites e agitam os turistas que se divertem dançando e apreciando a boa comida típica.

“O que queremos com essa divulgação é promover a singularidade do Arraiá do Povo como a maior festa junina praiana do Brasil e promover um espaço de interação entre o turista e o morador local”, afirma Paulo Henrique Sobral Pinto, presidente da Emsetur (Empresa Sergipana de Turismo).

Fonte:
Instituto Brasileiro de Turismo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Turismo brasileiro em recuperação
Em outubro, gastos de estrangeiros no Pais subiram 6¢. No Rio de Janeiro, quem trabalha no setor já comemora os resultados
Brasil desperta cada vez mais o interesse no turismo ecológico
Para a Embratur, é preciso aproveitar esse potencial do País para atrair mais visitantes e favorecer a economia brasileira
Ministério do Turismo inicia fiscalização do Cadastur
Fiscalizações ocorrem em todo o País para saber se profissionais e empresas aderiram ao cadastro nacional do setor
Em outubro, gastos de estrangeiros no Pais subiram 6¢. No Rio de Janeiro, quem trabalha no setor já comemora os resultados
Turismo brasileiro em recuperação
Para a Embratur, é preciso aproveitar esse potencial do País para atrair mais visitantes e favorecer a economia brasileira
Brasil desperta cada vez mais o interesse no turismo ecológico
Fiscalizações ocorrem em todo o País para saber se profissionais e empresas aderiram ao cadastro nacional do setor
Ministério do Turismo inicia fiscalização do Cadastur

Últimas imagens

Ministério da Indústria está realizando consulta para verificar se não há empresas nacionais que produzam os equipamentos
Ministério da Indústria está realizando consulta para verificar se não há empresas nacionais que produzam os equipamentos
Nilo Biazzetto Neto/Ministério do Turismo
Série de procissões em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré começam nesta sexta-feira (6)
Série de procissões em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré começam nesta sexta-feira (6)
Foto: Sidney Oliveira/Governo do Pará
Pesquisas revelam também que 6 entre 10 turistas têm intenção de conhecer a cidade
Pesquisas revelam também que 6 entre 10 turistas têm intenção de conhecer a cidade
Foto: Isabella Atayde/Iphan
Objetivo é aproveitar o período de preparação para a Copa do Mundo para lançar o Brasil em agências de viagem
Objetivo é aproveitar o período de preparação para a Copa do Mundo para lançar o Brasil em agências de viagem
Divulgação/Sec. de Turismo de Belo Horizonte

Governo digital