Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2014 > 06 > Comitiva do Catar conhece planejamento para a Copa 2014

Turismo

Comitiva do Catar conhece planejamento para a Copa 2014

Intercâmbio de experiências

Foi apresentado o planejamento desde 2007, quando o País foi escolhido como sede do Mundial, até os preparativos finais
por Portal Brasil publicado: 27/06/2014 16h02 última modificação: 30/07/2014 03h26

O presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vicente Neto, reuniu-se, nessa quinta-feira (26), com uma delegação do Catar que está no Brasil para conhecer o trabalho desenvolvido pelo governo federal para realizar a Copa do Mundo. Vicente Neto apresentou ao grupo o planejamento desde 2007, quando o País foi escolhido como sede do Mundial, até os preparativos finais.

“Diversos órgãos do governo participaram do planejamento. Investimos cerca de R$ 26 bilhões em infraestrutura e teremos um acréscimo de R$ 30 bilhões no Produto Interno Bruto”, afirmou o presidente.

Vicente Neto detalhou os três grandes ciclos do planejamento – o primeiro contemplou projetos de infraestrutura como estádios aeroportos e mobilidade urbana; estrutura de serviços como telecomunicações, segurança, promoção do País fizeram parte do segundo ciclo; e o terceiro com ações específicas de operação.

O planejamento de promoção do Brasil no exterior feito pela Embratur visando atrair o turista estrangeiro também foi explicado pelo presidente do Instituto. As ações começaram já na Copa da África do Sul em 2010, quando foi desenvolvido o projeto Casa Brasil. No encerramento das Olimpíadas em Londres, a Embratur fez uma bela apresentação nas águas do Rio Tâmisa convidando o mundo a vir ao Brasil.

Outra grande ação de promoção feita pelo Instituto foi Sensacional Brasil, em Paris, quando 300 mil pessoas visitaram a exposição que divulgou a cultura, a gastronomia e os produtos e destinos turísticos brasileiros.

O Goal to Brasil, ação da Embratur para divulgar as doze cidades-sede também foi detalhado. “Fizemos 20 edições em 15 mercados prioritários. Além de divulgar o Brasil como destino turístico, também realizamos rodadas de negócios”, explicou. O presidente falou ainda das press trips e das campanhas publicitárias. O filme Dance, lançado em maio e que enfatiza a diversidade da cultura brasileira, foi apresentado ao grupo.

De acordo como o presidente, a Copa do Mundo é uma grande oportunidade para realização de negócios em diversos setores. Ele citou dados divulgados pela Apex-Brasil que demonstram o interesse de empresários estrangeiros em fecharem negócios no País. De acordo com o presidente da Apex, Maurício Borges, a expectativa com a Copa é gerar US$ 6 bilhões nos próximos 12 meses em mais de 70 setores da economia. Na Copa das Confederações no ano passado, foram gerados USS$ 3 bilhões, segundo a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex).

Outro legado importante citado pelo presidente da Embratur é o crescimento do turismo nos próximos anos. “Esperamos ampliar em 10% o número de turistas estrangeiros que visitam o Brasil. A visibilidade do País aumentou muito com a Copa e quase metade da população do planeta está olhando para o Brasil pela TV, pela internet, pelos jornais.”

Jogos Olímpicos

Depois da reunião com o grupo do Catar, o presidente da Embratur seguiu para a sede da Autoridade Pública Olímpica (APO), onde se reuniu com funcionários da instituição. O Instituto e a APO trabalharão juntos numa proposta de promoção e divulgação do Brasil visando os Jogos Olímpicos de 2016. "Temos uma oportunidade sensacional para usar o esporte como plataforma de promoção e divulgação do Brasil no exterior, não só para o setor de turismo, mas para toda a economia. Esporte atrai negócios, como já estamos vendo com a Copa do Mundo. Será mais de uma década com grandes eventos esportivos no Brasil, com os jogos Pan-Americanos de 2007, a Copa das Confederações, a Copa do Mundo, os Jogos Olímpicos e Jogos Paralímpicos em 2016 e fecharemos com os Jogos Universitários Mundiais em Brasília em 2019, evento captado com apoio da Embratur. Esses eventos tornam o Brasil uma vitrine constante", ressaltou Vicente Neto.

Fonte:
Instituto Brasileiro de Turismo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Círio de Nazaré movimenta o turismo religioso no Pará
Turistas do Brasil inteiro já estão chegando a Belém, no Pará, para acompanhar o Círio de Nazaré, que é a maior procissão religiosa do Brasil e reúne, em média, 2 milhões de pessoas
Atividades turísticas tiveram crescimento em junho, aponta pesquisa
De acordo com levantamento divulgado pelo IBGE, as atividades turísticas tiveram um crescimento de 5,3% no mês de junho.
IBGE divulga pesquisa sobre o setor hoteleiro no Brasil
Levantamento investigou hotéis, pousadas, motéis, apart-hoteis e albergues existentes no País
Turistas do Brasil inteiro já estão chegando a Belém, no Pará, para acompanhar o Círio de Nazaré, que é a  maior procissão religiosa do Brasil e reúne, em média, 2 milhões de pessoas
Círio de Nazaré movimenta o turismo religioso no Pará
De acordo com levantamento divulgado pelo IBGE, as atividades turísticas tiveram um crescimento de 5,3% no mês de junho.
Atividades turísticas tiveram crescimento em junho, aponta pesquisa
Levantamento investigou hotéis, pousadas, motéis, apart-hoteis e albergues existentes no País
IBGE divulga pesquisa sobre o setor hoteleiro no Brasil

Últimas imagens

Ministério da Indústria está realizando consulta para verificar se não há empresas nacionais que produzam os equipamentos
Ministério da Indústria está realizando consulta para verificar se não há empresas nacionais que produzam os equipamentos
Nilo Biazzetto Neto/Ministério do Turismo
Série de procissões em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré começam nesta sexta-feira (6)
Série de procissões em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré começam nesta sexta-feira (6)
Foto: Sidney Oliveira/Governo do Pará
Pesquisas revelam também que 6 entre 10 turistas têm intenção de conhecer a cidade
Pesquisas revelam também que 6 entre 10 turistas têm intenção de conhecer a cidade
Foto: Isabella Atayde/Iphan
Objetivo é aproveitar o período de preparação para a Copa do Mundo para lançar o Brasil em agências de viagem
Objetivo é aproveitar o período de preparação para a Copa do Mundo para lançar o Brasil em agências de viagem
Divulgação/Sec. de Turismo de Belo Horizonte

Governo digital