Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2014 > 07 > Hospedagem alternativa atraiu 23,8% dos estrangeiros

Turismo

Hospedagem alternativa atraiu 23,8% dos estrangeiros

Copa do Mundo

Adesão se explica pelo valor acessível das diárias e pela tentativa dos visitantes de se aproximar da cultura local
por Portal Brasil publicado: 29/07/2014 18h16 última modificação: 29/07/2014 18h16
Marcelo Horn/Governo do Rio de Janeiro Hostel Favela Inn, no morro do Chapéu-Mangueira, no Rio de Janeiro, é uma das opções de hospedagem alternativa

Hostel Favela Inn, no morro do Chapéu-Mangueira, no Rio de Janeiro, é uma das opções de hospedagem alternativa

As hospedagens alternativas foram bastante requisitadas pelos viajantes estrangeiros que estiveram no Brasil durante a Copa do Mundo. Segundo a Pesquisa de Serviço de Hospedagem, do IBGE, e dados levantados pelo Ministério do Turismo, albergues, imóveis alugados e camping serviram de base para 23,8% dos turistas internacionais que estiveram no País.

Três razões explicam a grande procura dos estrangeiros pelos meios alternativos: a tentativa de se aproximar da cultura local; o valor, em geral, mais acessível; e a oferta dessa modalidade nas cidades-sede da Copa.

Foram 3.491 leitos em pensões, como o cama e café; 3.804 albergues; 22.478 leitos em imóveis para aluguel; e 29.940 em motéis. Se considerada a oferta de municípios vizinhos, somariam mais 59.713 às sedes do evento.

“Nosso papel é o de estimular o mercado a oferecer hospedagens adequadas aos diversos perfis de turistas”, disse o ministro do Turismo, Vinicius Lages. “É uma forma de diversificar a oferta e atender aos anseios de todos os tipos de viajantes”, disse. 

As 12 cidades-sede abrigam quase a metade dos albergues credenciados à maior rede de albergues do País, a Hostelling International, oferecendo 2.235 leitos. A média de ocupação durante o mundial foi alta: aproximadamente 90%. Em Brasília, o Hostel 7 teve ocupação máxima em dias de jogo. “Foi surpreendente. Tivemos casa lotada e até fila de espera na capital. A filial de Goiânia também sentiu a movimentação da Copa e fechou finais de semana com 100% de lotação”, disse o sócio Eldon Clayton.

A preferência geral dos estrangeiros durante o Mundial, no entanto, ainda foi por hotéis, flats e pousadas: mais da metade deles (53,9%) optou por acomodações tradicionais. Entretanto, a tendência de crescimento dos meios alternativos cresce a cada ano: dos cerca de 5,67 milhões de estrangeiros que estiveram no País em 2012, quase a metade (44,2%) optou por meios alternativos durante sua estada. Os albergues e camping (4,9%) abrigaram 278,1 mil estrangeiros, as casas alugadas (11,9%) outros 675,4 mil e as casas de amigos e parentes (27,9%) mais 1,58 milhões de visitantes.

Fonte:
Ministério do Turismo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Festas juninas entram no calendário turístico do Brasil
Ministério do Turismo pretende transformar as festas de São João em produto de destaque para atrair visitantes estrangeiros
Artistas poderão trabalhar no Ministério do Turismo
Órgão patrocina um cachê, de no máximo R$ 200 mil, para eventos indutores de turismo.
Blumenau é a Capital Nacional da Cerveja
Presidente Michel Temer sancionou, nesta quinta-feira (9), uma lei que dá título à cidade. Blumenau é palco da Oktoberfest
Ministério do Turismo pretende transformar as festas de São João em produto de destaque para atrair visitantes estrangeiros
Festas juninas entram no calendário turístico do Brasil
Órgão patrocina um cachê, de no máximo R$ 200 mil, para eventos indutores de turismo.
Artistas poderão trabalhar no Ministério do Turismo
Presidente Michel Temer sancionou, nesta quinta-feira (9), uma lei que dá título à cidade. Blumenau é palco da Oktoberfest
Blumenau é a Capital Nacional da Cerveja

Últimas imagens

Festas juninas no Nordeste atraem milhões de foliões
Festas juninas no Nordeste atraem milhões de foliões
Divulgação/EBC
A Pedra Furada é um cartão postal e ícone da paisagem do Parque Nacional de Jericoacoara
A Pedra Furada é um cartão postal e ícone da paisagem do Parque Nacional de Jericoacoara
Divulgação/Embratur
Regiões mais procuradas pelos brasileiros deverão ser Nordeste e Sudeste
Regiões mais procuradas pelos brasileiros deverão ser Nordeste e Sudeste
Arquivo/Embratur
Período junino é oportunidade de conhecer a cidade, cujo centro histórico é Patrimônio Cultural da Humanidade
Período junino é oportunidade de conhecer a cidade, cujo centro histórico é Patrimônio Cultural da Humanidade
Divulgação/Embratur
Festival das Estrelas celebra cultura japonesa no tradicional bairro da Liberdade, em São Paulo
Festival das Estrelas celebra cultura japonesa no tradicional bairro da Liberdade, em São Paulo
Arquivo/EBC

Governo digital