Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2017 > 09 > Acordo entre Brasil e China permite aproximação para negócios e lazer

Turismo

Acordo entre Brasil e China permite aproximação para negócios e lazer

Emissão de vistos

Compromisso pode apoiar o País a atingir meta prevista no plano Brasil Mais Turismo de atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022
por Portal Brasil publicado: 18/09/2017 16h12 última modificação: 30/11/2017 15h54
Beto Barata/PR Documento foi assinado na primeira semana de setembro em viagem da comitiva do governo federal ao país

Documento foi assinado na primeira semana de setembro em viagem da comitiva do governo federal ao país

Com o objetivo de alavancar turismo e comércio, Brasil e China firmaram acordo para facilitação de vistos. O documento foi assinado na primeira semana de setembro, em viagem da comitiva do governo federal ao país asiático, o mais populoso do mundo e maior emissário de turistas internacionais.

O termo estabeleceu um prazo de validade de cinco anos para os vistos de turista, com múltiplas entradas, com período de estada de 90 dias, renováveis por até outros 90 dias, a cada 12 meses. Antes, o visto tinha validade de três meses. As novas regras passam a valer no dia 1º de outubro. Em 2016, mais de 50 mil vieram ao Brasil. 

Além de facilitar a entrada dos chineses no Brasil, o Ministério do Turismo também credenciou 316 agências brasileiras para receber visitantes chineses em 2017. O cadastro é obrigatório e segue determinação do governo chinês.

O acordo assinado entre os governos chinês e brasileiro poderá apoiar o País a atingir meta prevista no plano Brasil Mais Turismo de atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo.

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil