Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2017 > 09 > Vistos eletrônicos para australianos começam a ser emitidos em novembro

Turismo

Vistos eletrônicos para australianos começam a ser emitidos em novembro

Passaporte

Concessão do visto deverá sair em 72 horas após a solicitação feita pelo turista. Benefício também é válido para viagens a trabalho
por Portal Brasil publicado: 25/09/2017 15h17 última modificação: 16/10/2017 10h13

Os turistas australianos que desejarem visitar o Brasil poderão solicitar o visto de entrada no País a partir de 21 de novembro.

A emissão do documento será via sistema eletrônico. Em no máximo 72 horas após a solicitação feita pelo turista, a concessão do visto deverá sair. O benefício também é válido para viagens de trabalho.

O sistema eletrônico começa a valer também para turistas canadenses, americanos e japoneses em janeiro de 2018. Antes os turistas desses países gastavam tempo e dinheiro para se deslocarem até os Visa Centers e consulados brasileiros de seus países para solicitarem os vistos de entrada no Brasil.

“A facilitação de visto tem como objetivo reduzir a burocracia e, principalmente, alavancar a entrada de turistas estrangeiros no Brasil”, destacou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. A expectativa do Ministério do Turismo é que a medida aumente a entrada de estrangeiros no Brasil em até 25%, conforme dados da Organização Mundial do Turismo.

Visas Centers

Demais acordos com mercados estratégicos para o Brasil, como Qatar e Emirados Árabes Unidos, deverão eliminar a exigência de vistos entre os dois países. Já a China, que tem o maior mercado de viajantes do mundo, fechou acordo com o Brasil para a emissão de vistos de turismo e negócio com validade de cinco anos.

Para atender à nova demanda dos turistas chineses, o Brasil vai ampliar de três para doze novos Visas Centers (centros de emissão de vistos) na China, no início do ano que vem. Os Visa Centers reduzem, em média, de 45 para cinco dias o prazo de concessão de vistos. 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil