Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 03 > Dia Nacional do Artesão exalta ofício que movimenta R$ 50 bi ao ano

Cultura

Dia Nacional do Artesão exalta ofício que movimenta R$ 50 bi ao ano

Data comemorativa

Atualmente, a categoria soma cerca de 8,5 milhões de trabalhadores, segundo a Secretaria da Micro e Pequena Empresa
por Portal Brasil publicado: 17/03/2017 19h50 última modificação: 20/03/2017 16h44
Arquivo/ Agência Brasil Reconhecimento da categoria se consolidou com a regulamentação da profissão em 2015

Reconhecimento da categoria se consolidou com a regulamentação da profissão em 2015

Comemorado no próximo domingo (19), o Dia Nacional do Artesão destaca a atuação de cerca de 8,5 milhões de trabalhadores que juntos movimentam R$ 50 bilhões por ano no País, segundo a Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Estabelecida pela Lei nº 12.634, de 14 de maio de 2012, a data é comemorada no dia de São José, padroeiro da categoria e que, pela tradição cristã, exercia a profissão de carpinteiro.

O reconhecimento da categoria se consolidou com a regulamentação da profissão de artesão estabelecida por meio da Lei nº 13.180, de 22 outubro de 2015. Segundo a legislação, artesão é aquele que, de forma individual ou coletiva, faz uso de uma ou mais técnicas no exercício de um ofício predominantemente manual, consistente na transformação de matéria-prima em produto acabado que expresse identidades culturais brasileiras.

Programa do Artesanato Brasileiro 

O setor conta com o apoio federal no formato do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB). Criado em 1991, substituiu o antigo Programa Nacional de Desenvolvimento do Artesanato (PNDA), de 1977, que tinha por finalidade coordenar as iniciativas que visassem a valorização do artesão e a promoção e comercialização do artesanato brasileiro.

O PAB coordena e desenvolve atividades que visem valorizar o artesão, o artesanato e a empresa artesanal. Nesse sentido, cria ações voltadas à geração de oportunidades de trabalho e renda, o aproveitamento das vocações regionais, a preservação das culturas locais, a formação de uma mentalidade empreendedora e a capacitação dos artesãos para o mercado competitivo, promovendo a profissionalização destes e a comercialização dos produtos artesanais brasileiros.

A partir de 2013, o PAB passou a ser vinculado à Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, hoje vinculada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). É a Secretaria que formula as políticas públicas de apoio ao artesanato brasileiro.

Banner do Dia Nacional do Artesão

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

OTeatro Ópera de Arame Curitiba (PR) foi construído em 75 dias e inaugurado em 1992
OTeatro Ópera de Arame Curitiba (PR) foi construído em 75 dias e inaugurado em 1992
Foto:Orlando Kissner/Prefeitura de Curitiba
Objetivo é atender grupos que não têm oportunidade de narrar histórias e expor tradições em museus
Objetivo é atender grupos que não têm oportunidade de narrar histórias e expor tradições em museus
Divulgação
Em Brasília, um dos pontos em que haverá programação é o Memorial dos Povos Indígenas
Em Brasília, um dos pontos em que haverá programação é o Memorial dos Povos Indígenas
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
PIB da Cultura já existe em 21 países no mundo, sendo sete na América do Sul, como Chile e Argentina
PIB da Cultura já existe em 21 países no mundo, sendo sete na América do Sul, como Chile e Argentina
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Acordo começou a ser negociado há mais de uma década pelo MinC
Acordo começou a ser negociado há mais de uma década pelo MinC
Renato Araujo/Agência Brasil

Governo digital