Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 03 > Dia Nacional do Artesão exalta ofício que movimenta R$ 50 bi ao ano

Cultura

Dia Nacional do Artesão exalta ofício que movimenta R$ 50 bi ao ano

Data comemorativa

Atualmente, a categoria soma cerca de 8,5 milhões de trabalhadores, segundo a Secretaria da Micro e Pequena Empresa
por Portal Brasil publicado: 17/03/2017 19h50 última modificação: 20/03/2017 16h44
Arquivo/ Agência Brasil Reconhecimento da categoria se consolidou com a regulamentação da profissão em 2015

Reconhecimento da categoria se consolidou com a regulamentação da profissão em 2015

Comemorado no próximo domingo (19), o Dia Nacional do Artesão destaca a atuação de cerca de 8,5 milhões de trabalhadores que juntos movimentam R$ 50 bilhões por ano no País, segundo a Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Estabelecida pela Lei nº 12.634, de 14 de maio de 2012, a data é comemorada no dia de São José, padroeiro da categoria e que, pela tradição cristã, exercia a profissão de carpinteiro.

O reconhecimento da categoria se consolidou com a regulamentação da profissão de artesão estabelecida por meio da Lei nº 13.180, de 22 outubro de 2015. Segundo a legislação, artesão é aquele que, de forma individual ou coletiva, faz uso de uma ou mais técnicas no exercício de um ofício predominantemente manual, consistente na transformação de matéria-prima em produto acabado que expresse identidades culturais brasileiras.

Programa do Artesanato Brasileiro 

O setor conta com o apoio federal no formato do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB). Criado em 1991, substituiu o antigo Programa Nacional de Desenvolvimento do Artesanato (PNDA), de 1977, que tinha por finalidade coordenar as iniciativas que visassem a valorização do artesão e a promoção e comercialização do artesanato brasileiro.

O PAB coordena e desenvolve atividades que visem valorizar o artesão, o artesanato e a empresa artesanal. Nesse sentido, cria ações voltadas à geração de oportunidades de trabalho e renda, o aproveitamento das vocações regionais, a preservação das culturas locais, a formação de uma mentalidade empreendedora e a capacitação dos artesãos para o mercado competitivo, promovendo a profissionalização destes e a comercialização dos produtos artesanais brasileiros.

A partir de 2013, o PAB passou a ser vinculado à Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, hoje vinculada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). É a Secretaria que formula as políticas públicas de apoio ao artesanato brasileiro.

Banner do Dia Nacional do Artesão

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasília completa 57 anos de história
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Parabéns, Brasília!
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Pontos de Cultura incentivam produção local
Impulsionar a produção cultural nas comunidades é um dos objetivos do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura, que financia 3.326 Pontos de Cultura espalhados em mais de mil cidades brasileiras
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Brasília completa 57 anos de história
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Parabéns, Brasília!
Impulsionar a produção cultural nas comunidades é um dos objetivos do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura, que financia 3.326 Pontos de Cultura espalhados em mais de mil cidades brasileiras
Pontos de Cultura incentivam produção local

Últimas imagens

No ano passado, foram patrocinados pelo banco 50 projetos culturais
No ano passado, foram patrocinados pelo banco 50 projetos culturais
Leon Rodrigues/Prefeitura de São Paulo (SP)
A primeira etapa da reforma será a restauração da Sala Martins Pena e todas as demolições necessárias
A primeira etapa da reforma será a restauração da Sala Martins Pena e todas as demolições necessárias
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Serão aceitos curtas-metragens de ficção, animação e documentário, com no máximo 20 minutos de duração
Serão aceitos curtas-metragens de ficção, animação e documentário, com no máximo 20 minutos de duração
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Desde 2010, os dois países possuem acordo de coprodução para obras destinadas a veiculação em cinema
Desde 2010, os dois países possuem acordo de coprodução para obras destinadas a veiculação em cinema
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital