Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2017 > 08 > Petrobras lucra R$ 4,8 bilhões no primeiro semestre

Economia e Emprego

Petrobras lucra R$ 4,8 bilhões no primeiro semestre

Retomada

Companhia reduziu gastos e aumentou receitas com exportações. Produção de petróleo ficou em 2,79 milhões de barris por dia
por Portal Brasil publicado: 10/08/2017 19h44 última modificação: 03/10/2017 15h31
Agência Petrobras/Stéferson Faria Navio-plataforma Cidade de Itaguaí. Maior parte da produção, 2,67 milhões de barris, saiu de plataformas domésticas

Navio-plataforma Cidade de Itaguaí. Maior parte da produção, 2,67 milhões de barris, saiu de plataformas domésticas

Com a melhora da gestão e o aumento da produção pela Petrobras, o lucro líquido da estatal atingiu R$ 4,8 bilhões no primeiro semestre de 2017. Pelos dados divulgados nesta quinta-feira (10), o resultado reverte o prejuízo registrado em igual período do ano passado. 

Segundo a Petrobras, o aumento da receita com exportações, em função de maiores volumes e preços de petróleo, contribuiu para o resultado. O lucro do período também foi influenciado por menores despesas de vendas gerais e administrativas e por menores gastos com importações de petróleo.

No primeiro semestre de 2017, a Petrobras registrou produção total de petróleo e gás natural de 2,79 milhões de barris de óleo equivalente por dia. Desse total, 2,67 milhões foram no Brasil – número 6% maior que o registrado em 2016.

Exportações em alta

A companhia manteve sua posição de exportadora líquida – vendeu para o exterior mais do que importou –, com saldo de 401 mil barris por dia. Esse desempenho foi determinado pelo aumento de 48% das exportações de petróleo e derivados e da redução em 25% das importações.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Petrobras

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ministro da Fazenda está otimista em relação à mudança de rating do Brasil
Ele destacou que o País está no caminho certo e que o Congresso deve aprovar as reformas necessárias para manter o crescimento
Ele destacou que o País está no caminho certo e que o Congresso deve aprovar as reformas necessárias para manter o crescimento
Ministro da Fazenda está otimista em relação à mudança de rating do Brasil

Governo digital