Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2018 > 01 > Prioridade é aprovar reforma da Previdência, diz Meirelles

Economia e Emprego

Prioridade é aprovar reforma da Previdência, diz Meirelles

Aposentadoria

Em entrevista coletiva, o ministro da Fazenda afirmou que a alteração das regras previdenciárias é fundamental para deixar as contas governamentais no azul
publicado: 08/01/2018 17h13 última modificação: 08/01/2018 17h35
Valter Campanato/Agência Brasil Meirelles disse que governo atua pela estabilidade financeira do País

Meirelles disse que governo atua pela estabilidade financeira do País

Com o objetivo garantir sustentabilidade das contas governamentais, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reforçou nesta segunda-feira (8) que a prioridade do Governo do Brasil é aprovar a reforma da Previdência.

A prioridade agora é resolver a situação fiscal do País. A votação da reforma da Previdência é o nosso foco de atenção, essa é a nossa prioridade”, afirmou. Ele argumentou que considera as mudanças das regras previdenciárias como um fator fundamental para a economia brasileira.

De acordo com Meirelles, a aprovação da medida, ainda em 2018, é necessária para o planejamento financeiro para os próximos anos. “Temos uma ampla gama de reformas em andamento e nossa expectativa é entregar um País melhor do ponto de vista fiscal”, ressaltou.

Regra de ouro

Ao falar sobre a necessidade da reforma da Previdência, Meirelles ponderou que ela vai colaborar para que o próximo governo consiga cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, prevista na Constituição Federal.

De acordo com ele, com as contas no azul, ficará mais fácil para que a “regra de ouro” seja cumprida, isto é, que o Governo do Brasil não precise se endividar para conseguir pagar salários e outras despesas de custeio, o que é vedado pela regra.

“O que estamos visando, em última análise, é viabilizar o cumprimento de todos os itens que garantam a estabilidade fiscal do País”, assegurou.

Fonte: Governo do Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil