Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2011 > 08 > Sisu seleciona alunos para instituições públicas de Ensino Superior

Educação

Sisu seleciona alunos para instituições públicas de Ensino Superior

Vestibular

Sistema de Seleção Unificada considera apenas a nota do Enem como critério de seleção. Conheça os demais critérios
por Portal Brasil publicado: 23/08/2011 18h34 última modificação: 28/07/2014 14h06
Para oferecer seus cursos as instituições de ensino devem ter reconhecimento do MEC

Para oferecer seus cursos as instituições de ensino devem ter reconhecimento do MEC

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu), criado e gerenciado pelo Ministério da Educação desde 2010, é um processo seletivo para entrada de novos alunos em instituições públicas de Ensino Superior que utiliza, exclusivamente, a nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) como critério de seleção.

As instituições de ensino superior realizam a prova unificada e depois oferecem aos candidatos opções de onde estudar. Graças à ferramenta, é possível disputar uma vaga em áreas do conhecimento de diferentes instituições, desde que elas tenham aderido ao Sisu. Diferentemente dos antigos vestibulares, o aluno primeiro faz a prova e só depois escolhe onde e o que cursar.

O processo de seleção é realizado nos dois semestres do ano e segue um cronograma de dois meses, entre inscrição, resultados e matrículas. 

As regras podem mudar a cada processo seletivo, realizado semestralmente. Atualmente, as inscrições acontecem em apenas uma etapa. O estudante faz o cadastro pela internet, sem qualquer custo, e informa o número e senha do Enem. Com isso, o sistema do Sisu levanta todos os dados cadastrais do estudante, incluindo as notas obtidas no Enem.

Depois disso, o candidato seleciona duas opções, em ordem de preferência, de vagas ofertadas. Alunos selecionados para a primeira opção não participam das demais chamadas, mesmo se não realizarem a matrícula. Quem foi selecionado na segunda opção continua concorrendo à vaga que escolheu como prioridade. Se o candidato não apareceu em nenhuma das duas opções, seu nome vai para a lista de espera, que conta com vagas remanescentes.

Regras

As universidades e institutos podem estipular notas mínimas para que o calouro possa se candidatar a uma vaga e adotar pesos diferentes para a nota do Enem. O sistema do Sisu faz automaticamente este cálculo e mostra como foi feita a composição da nota para a opção escolhida pelo estudante. Também cabe às instituições de ensino informar a disponibilidade de vagas destinadas a políticas afirmativas (como cotas para afrodescendentes, indígenas, egressos de escola pública).

Ao fazer a inscrição no Sisu, os estudantes podem consultar quais instituições e cursos são oferecidos.

Fonte:

Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo,cobrou o cumprimento da lei que determina ensinoda história e cultura afro-brasileira nas escolas
Educação é ferramenta para enfrentar a intolerância religiosa, diz secretário
Provas serão aplicadas de manhã e de tarde em mais de 560 municípios
Cerca de 1,5 milhão de pessoas vão fazer Encceja
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados

Últimas imagens

Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital