Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 09 > Ideb das primeiras séries do ensino fundamental fica acima da meta

Educação

Ideb das primeiras séries do ensino fundamental fica acima da meta

Educação Básica

Já os índices das séries finais do ensino fundamental e do ensino médio ficaram abaixo do pretendido
por Portal Brasil publicado: 08/09/2016 16h05 última modificação: 08/09/2016 16h34
Foto: Divulgação/Agência Brasil Ideb reúne, em um só indicador, dois conceitos importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações

Ideb reúne, em um só indicador, dois conceitos importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações

O Brasil superou a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2015 nas séries iniciais do ensino fundamental. Do primeiro ao quinto ano, o País alcançou índice de 5,5 e ficou acima da meta estabelecida de 5,2. Os dados do Ideb foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) nesta quinta-feira (8). 

O Ideb reúne, em um só indicador, dois conceitos para medir a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho em avaliações do MEC. O índice vai de zero a dez, e a meta é que, em 2022, o Ideb do Brasil seja 6,0.

Na avaliação do ministro da Educação, Mendonça Filho, o desempenho melhor do Ideb nos anos iniciais tem várias explicações, entre elas o fato de a gestão do chamado Ensino Fundamental I ser de responsabilidade quase total dos municípios.

“No caso dos anos iniciais, a gente tem mais de 80%, 82% sob a responsabilidade dos municípios. Então, é uma estrutura de gestão única. Nos anos finais, metade da rede é de responsabilidade dos estados e outra metade da rede é dos municípios. Só isso já produz uma diferença”, explicou.

Nas séries finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, no entanto, as metas nacionais do Ideb não foram alcançadas. No caso do sexto ao nono ano, a meta era de 4,7, mas ficou em 4,5. O Ensino Médio obteve índice de 3,7, valor também abaixo da meta pretendida que era 4,3.

O ministro da Educação lembrou, ainda, alguns fatores que ajudam a explicar os dados ruins do Ideb no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio, como o aumento da taxa de evasão escolar e de repetência.

Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Estados irão oferecer 257 mil novas vagas de ensino em tempo integral
Ministério da Educação autorizou que estados ofereçam cerca de 257 mil novas vagas de ensino em tempo integral, no ciclo 2018-2020
MEC regulamenta para cursos superiores à distância
Medida busca expandir a oferta destes cursos com aumento qualitativo
Prazo para renovação do Fies termina 31 de maio
Prazo para renovação dos contratos semestrais do Fundo de Financiamento Estudantil foi prorrogado até a próxima quarta-feira (31)
Ministério da Educação autorizou que estados ofereçam cerca de 257 mil novas vagas de ensino em tempo integral, no ciclo 2018-2020
Estados irão oferecer 257 mil novas vagas de ensino em tempo integral
Medida busca expandir a oferta destes cursos com aumento qualitativo
MEC regulamenta para cursos superiores à distância
Prazo para renovação dos contratos semestrais do Fundo de Financiamento Estudantil foi prorrogado até a próxima quarta-feira (31)
Prazo para renovação do Fies termina 31 de maio

Últimas imagens

As instituições poderão oferecer exclusivamente cursos EaD, na graduação e na pós-graduação
As instituições poderão oferecer exclusivamente cursos EaD, na graduação e na pós-graduação
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Portaria com a lista dos cursos foi publicada no Diário Oficial da União
Portaria com a lista dos cursos foi publicada no Diário Oficial da União
Foto: Marcos Santos/USP
Agentes comunitários devem percorrer bairros à procura de crianças fora da escola e alertar plataforma
Agentes comunitários devem percorrer bairros à procura de crianças fora da escola e alertar plataforma
Mayke Toscano/Governo de Mato Grosso
BNCC vem sendo discutida desde 2015 em articulação e colaboração com estados, Distrito Federal e municípios
BNCC vem sendo discutida desde 2015 em articulação e colaboração com estados, Distrito Federal e municípios
Valdir Rocha/Governo de Alagoas
Público-alvo são profissionais de cidades com pouca estrutura e longe de centros de conhecimento
Público-alvo são profissionais de cidades com pouca estrutura e longe de centros de conhecimento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Governo digital