Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2016 > 11 > Estão abertas as inscrições para programas de intercâmbio entre Brasil e França

Educação

Estão abertas as inscrições para programas de intercâmbio entre Brasil e França

Ensino superior

Dois editais para seleção de projetos de parcerias universitárias já estão disponíveis no site da Capes
por Portal Brasil publicado: 26/11/2016 11h31 última modificação: 28/11/2016 10h41
Divulgação/Agência Brasil As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Programa Capes–Brafitec e do Capes–Brafagri

As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Programa Capes–Brafitec e do Capes–Brafagri

Os interessados em participar de programa de intercâmbio entre Brasil e França já podem realizar as inscrições. Os editais, de graduação-sanduíche, preveem a aprovação de até 15 projetos para a área de engenharia e dez para as áreas de ciências agronômicas, agroalimentares e veterinária. As propostas devem ser apresentadas até o dia 30 de janeiro de 2017.

As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Programa Capes–Brafitec, para a área de engenharias, e no Capes–Brafagri, para a de ciências agronômicas, agroalimentares e veterinária. 

As solicitações serão encaminhadas, de acordo com a área dos projetos, à Conférence des Directeurs des Écoles Françaises d'Ingénieurs (Cdefi) e à Direction Générale de l'Enseignement et de la Recherche (Dger) do Ministério da Agricultura da França.

Cada proposta deve conter o planejamento das atividades, considerada a duração de dois anos, que podem ser prorrogadas por mais dois, conforme critérios de avaliação das duas agências.

A implementação do terceiro e do quarto anos de projeto está condicionada à aprovação de relatório parcial de atividades, das prestações de contas anuais, do plano de atividades atualizado para os dois últimos anos e à disponibilidade orçamentária das agências financiadoras.

Incentivo

Ao incentivar o intercâmbio entre Brasil e França, os programas, desenvolvidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), estimulam a aproximação das estruturas curriculares e o reconhecimento mútuo de créditos obtidos nas instituições participantes.

O programa Capes–Brafagri consiste em projetos de parcerias universitárias nas áreas de ciências agronômicas, agroalimentares e veterinária, disciplinas correlatas, em nível de graduação. Já o Capes–Brafitec apoia projetos conjuntos de pesquisa em parcerias universitárias em todas as especialidades de engenharia, também em nível de graduação.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC e da Capes

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Com a mudança, o país se alinha aos melhores sistemas educacionais do mundo
Base Nacional Comum Curricular alinha o Brasil aos melhores sistema educacionais do mundo
Presidente Michel Temer homologou a Base Nacional Comum Curricular. Documento é considerado um avanço por especialistas em educação
Base Nacional Comum Curricular é homologada
Uma das novidades é que recursos dos fundos constitucionais e de desenvolvimento vão ser destinados para os financiamentos estudantis
Presidente Michel Temer sanciona lei do novo FIES

Últimas imagens

Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Mudanças no programa beneficiam quem mais precisa e garantem recursos para manter o financiamento estudantil
Arquivo/Agência Brasil
Encceja PPL
Arquivo/Agência Brasil
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Provas serão aplicadas em 12 e 13 de dezembro em todo o País, em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Grau de dificuldade da prova é equivalente ao do Enem regular
Foto: André Nery/MEC
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital