Você está aqui: Página Inicial > Educação > 2017 > 05 > Aleitamento materno está garantido em instituições federais de ensino

Educação

Aleitamento materno está garantido em instituições federais de ensino

Amamentação

Portaria assinada pelo ministro da Educação assegura o direito, independentemente de locais ou instalações reservados para esse fim
por Portal Brasil publicado: 10/05/2017 15h33 última modificação: 03/10/2017 14h25
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde Medida atende demanda antiga de alunos, professores e outros profissionais de educação

Medida atende demanda antiga de alunos, professores e outros profissionais de educação

O ministro da Educação, Mendonça Filho, assinou, nesta quarta-feira (10), uma portaria que garante o direito à amamentação nas escolas ou instituições do sistema federal de ensino. O direito está assegurado e independe da existência de locais, equipamentos ou instalações reservados exclusivamente para esse fim, segundo o documento.

O objetivo da medida é estimular a cultura da convivência e do respeito ao próximo, além de reforçar o papel da educação em direitos humanos para o exercício pleno da cidadania.

”O aleitamento materno, todos sabemos, é fundamental do ponto de vista nutricional, mas também para a formação de um ser humano, que, no contato direto com a mãe, naturalmente vai ter melhor desenvolvimento”, destaca o ministro da Educação.

A portaria atende à demanda antiga de alunos, professores e outros profissionais de educação, incluindo escolas de ensino básico, universidades e autarquias federais vinculadas ao Ministério da Educação (MEC).

“Estamos sinalizando para esse direito da mulher de amamentar livremente. O uso de uma sala deve ser uma decisão unicamente da mãe, voluntária, e não uma questão compulsória”, afirma a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, Ivana de Siqueira.

Maior banco de leite do mundo

Para o secretário do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, a iniciativa do MEC reforça uma série de ações para garantir os direitos das mães.

“Temos hoje o maior banco de leite do mundo, com o qual pelo menos 60% das crianças recém-nascidas em UTIs neonatais podem contar. No ano passado, nossos bancos de leite atenderam 2,3 milhões de mulheres, um número muito representativo”, ressalta Figueiredo.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Provas do Enem 2017 acontecerão nos dias 5 e 12 de novembro
Provas do Enem serão nos dias 5 e 12 de novembro. O fechamento dos portões será às 13h, do horário oficial de Brasília
Ministério da Educação anuncia medidas para aprimorar a formação dos professores
Entre as medidas está a criação de uma base nacional que vai nortear a currículo de formação dos docentes
Confira o calendário do Enem 2017. Inscrição e local da prova podem ser verificados no site do Exame
Inscrição e local de provas do Enem já podem ser verificados
Provas do Enem serão nos dias 5 e 12 de novembro. O fechamento dos portões será às 13h, do horário oficial de Brasília
Provas do Enem 2017 acontecerão nos dias 5 e 12 de novembro
Entre as medidas está a criação de uma base nacional que vai nortear a currículo de formação dos docentes
Ministério da Educação anuncia medidas para aprimorar a formação dos professores

Últimas imagens

Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Provas serão aplicadas em 19 de novembro, para público geral; e em 19 e 20 de dezembro para pessoas privadas de liberdade
Foto: André Nery/MEC
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Ministro da Educação participou de coletiva de imprensa neste domingo (12), quando foi dado balanço da aplicação
Reprodução/NBR

Governo digital