Você está aqui: Página Inicial > Esporte > 2017 > 11 > Com repasse do governo, Centro Nacional de Ciclismo está perto de abrir

Esporte

Com repasse do governo, Centro Nacional de Ciclismo está perto de abrir

Ciclismo

Ministério do Esporte libera R$ 1,3 mi para aquisição de equipamentos; o objetivo é atender todas as modalidades do ciclismo olímpico
publicado: 07/11/2017 17h20 última modificação: 07/11/2017 17h20

Para garantir o aperfeiçoamento técnico e físico de ciclistas de alto rendimento de diferentes disciplinas, o Centro de Treinamento Nacional de Ciclismo, em Londrina (PR), entrou na última fase de preparação para o início das atividades.

O projeto é inédito no País e pretende auxiliar a preparação dos brasileiros para as principais competições internacionais, como os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, em 2020.

O Ministério do Esporte encaminhou nos últimos dias mais de R$ 1,3 milhão para aquisição de equipamentos, após fase de conclusão da estrutura. Cerca de R$ 17,5 mil ainda serão investidos pela prefeitura.

Equipamentos

"Já estamos trabalhando para lançar o edital e adquirir os equipamentos. Vamos promover novos eventos para envolver a população local e montar escolinhas de ciclismo", afirmou o diretor-presidente da Fundação de Esporte de Londrina, Fernando Madureira.

Das cinco provas olímpicas que serão atendidas, os pilotos de BMX de todo o País serão protagonistas. Além de serem beneficiados pela estrutura de avaliação física e técnica, eles poderão utilizar a pista oficial para treinamento. A classificação do BMX para os Jogos de Tóquio 2020 tem início em junho de 2018.

Profissionalização

Além dos atletas, o espaço será aberto para cursos de capacitação de técnicos e de profissionais que atuam no ciclismo em diversas áreas profissionais, como treinamento, fisiologia, fisioterapia e nutrição.

Dos ciclistas de Londrina, 454 atletas são filiados à confederação da modalidade. As regiões Sudeste e Sul concentram cerca de 5 mil atletas. O Brasil conta com mais de 8,5 mil ciclistas filiados à confederação brasileira nas diferentes disciplinas.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Rede Nacional do Esporte

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil