Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2012 > 04 > Reciclagem atinge apenas 8% dos municípios brasileiros

Meio Ambiente

Reciclagem atinge apenas 8% dos municípios brasileiros

Resíduos sólidos

Quase todo o material reciclável coletado no País passa pelas mãos de catadores contratados pelas prefeituras
publicado: 13/04/2012 15h48 última modificação: 29/07/2014 09h01

O setor de reciclagem movimenta cerca de R$ 12 bilhões por ano. Mesmo assim, o País perde em torno de R$ 8 bilhões anualmente por deixar de reciclar os resíduos que são encaminhados aos aterros ou lixões, segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) encomendado pelo Ministério do Meio Ambiente. Isso porque o serviço só está presente em 8% dos municípios brasileiros.

Noventa e nove porcento do material reciclável que vai para a indústria passa pelas mãos dos catadores - organizados e não organizados. O Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) surgiu em 1999 e hoje está presente em praticamente todo país.

A lei 11.445 estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e permite que as prefeituras contratem as organizações de catadores para fazer o trabalho de coleta seletiva. Assim, as cooperativas viram um negócio e não apenas uma atividade social. 

O alumínio é o campeão de reciclagem no País, com índice de 90%, segundo os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável de 2010 do IBGE. Isso se deve ao alto valor de mercado de sua sucata, associado ao elevado gasto de energia necessário para a produção de alumínio metálico. Para o restante dos materiais, à exceção das embalagens longa vida, os índices de reciclagem variam entre 45% e 55%.

Fontes:
Ministério do Meio Ambiente
Ministério das Cidades
Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR)
Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre)
Indicadores de Desenvolvimento Sustentável de 2010 do IBGE

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

Nascentes brasileiras são mapeadas pelo sistema de cadastro ambiental rural
O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, ressalta compromisso de proteção e recuperação de nascentes mapeadas no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural
Parque Nacional Serra da Capivara terá gestão compartilhada
Acordo entre o Ministério da Cultura, o ICMBio, o Iphan, a Fumdham e o governo do Piauí cria Comitê Permanente de Acompanhamento e Gestão do Parque da Serra da Capivara
ICMBio retoma concessão de serviços em três parques nacionais
Ações atingem Parque Nacional de Brasília, Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) e Parque Nacional do Pau Brasil (BA)
O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, ressalta compromisso de proteção e recuperação de nascentes mapeadas no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural
Nascentes brasileiras são mapeadas pelo sistema de cadastro ambiental rural
Acordo entre o Ministério da Cultura, o ICMBio, o Iphan, a Fumdham e o governo do Piauí cria Comitê Permanente de Acompanhamento e Gestão do Parque da Serra da Capivara
Parque Nacional Serra da Capivara terá gestão compartilhada
Ações atingem Parque Nacional de Brasília, Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) e Parque Nacional do Pau Brasil (BA)
ICMBio retoma concessão de serviços em três parques nacionais

Últimas imagens

Sistema permite a taxonomistas fazer buscas direcionadas
Sistema permite a taxonomistas fazer buscas direcionadas
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Ararinha-azul teve população dizimada, sobretudo, devido ao tráfico de animais
Ararinha-azul teve população dizimada, sobretudo, devido ao tráfico de animais
Divulgação/ACTP
Taim (RS) abriga a maior variação de mamíferos do Brasil
Taim (RS) abriga a maior variação de mamíferos do Brasil
Divulgação/Prefeitura do Rio Grande (RS)
Ações para combater o desmatamento são fundamentais para a manutenção das nascentes
Ações para combater o desmatamento são fundamentais para a manutenção das nascentes
Arquivo/Agência Brasil
No continente africano, mais de 547 milhões de pessoas vivem sem saneamento básico
No continente africano, mais de 547 milhões de pessoas vivem sem saneamento básico
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

banner_servico.jpg

Governo digital