Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2017 > 03 > Mapa lançará projeto para reduzir emissão de gases de efeito estufa na pecuária

Meio Ambiente

Mapa lançará projeto para reduzir emissão de gases de efeito estufa na pecuária

Produção sustentável

Ação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento tem como base os compromissos internacionais, assumidos pelo Brasil, para reduzir emissão de carbono
por Portal Brasil publicado: 13/03/2017 19h24 última modificação: 14/03/2017 11h24

Neste mês, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lança o projeto “Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: geração de valor na produção intensiva de carne e leite”. A iniciativa faz parte do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC), que tem como objetivo organizar e planejar tecnologias de produção sustentável. 

A ação tem como base os compromissos internacionais, assumidos pelo Brasil, para reduzir a emissão de gases de efeito estufa (GEE) no setor agropecuário. A ideia é disseminar tecnologias que reduzam não só emissões, mas que também estimulem o aproveitamento de resíduos, a gestão de recursos naturais, gerando renda para milhares de produtores. 

Baseado no projeto “Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono”, que no ano anterior ampliou em mais de 100% a contratação de crédito para tratar dejetos na produção de suínos, a ação do Mapa, em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), destina-se ainda a aumentar a contratação de crédito para investimentos na redução de impactos ambientais da atividade agropecuária.

O auditor fiscal federal agropecuário Sidney Medeiros afirma que o projeto rendeu bom resultado ao Programa ABC: “O volume contratado para investimentos saltou de R$ 12,7 milhões (entre 2010 e meados de 2015) para R$ 25,6 milhões, em apenas 18 meses, além da implantação, manutenção e melhoria do tratamento de dejetos e de resíduos da produção animal para gerar biofertilizante, biogás e energia elétrica”. 

Rebanho brasileiro

O Brasil tem o maior rebanho comercial bovino do mundo, com 214 milhões de cabeças, tendo exportado, em 2015, o equivalente a US$ 5,9 bilhões. O País é o segundo maior produtor mundial de carne, segundo levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), movimentando R$ 167,5 bilhões por ano e empregando, aproximadamente, 7 milhões de trabalhadores.

A prioridade destinada à pecuária de corte e leite – esta última uma das mais importantes do complexo agroindustrial brasileiro, com produção de mais de 35 bilhões de litros – tem em vista exigências do mercado consumidor, importância da atividade para a geração de renda e de emprego e o potencial poluidor da atividade pecuária.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações do MAPA

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

ICMBio completa 10 anos de atuação
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
ICMBio completa 10 anos de atuação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios

Últimas imagens

Empresa aderiu à nova regra, instituída por decreto assinado pelo presidente da República, Michel Temer, na tarde deste sábado (21)
Empresa aderiu à nova regra, instituída por decreto assinado pelo presidente da República, Michel Temer, na tarde deste sábado (21)
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Foto: Gilberto Soares/MMA
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Foto: Eduardo Aigner/MDA

banner_servico.jpg

Governo digital