Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2017 > 06 > Bolsa Verde apoia conservação em reserva extrativista

Meio Ambiente

Bolsa Verde apoia conservação em reserva extrativista

Conservação Ambiental

Mais de 630 famílias que vivem no Delta do Paranaíba, entre Maranhão e PIauí, são beneficiadas pelo programa
publicado: 16/06/2017 17h30 última modificação: 16/06/2017 18h31

O governo federal desempenha um trabalho contínuo de apoio a 639 famílias da Reserva Extrativista Marinha Delta do Parnaíba, localizada entre os estados do Maranhão e Piauí.

A cada três meses, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio do Programa Bolsa Verde, faz o pagamento de R$ 300 às famílias que vivem da pesca artesanal e da cata de caranguejo da região e que desenvolvem atividades de conservação.

O número de beneficiários do programa corresponde a 22% do total das quase três mil famílias que desempenham esses trabalhos na reserva. O Bolsa Verde, de acordo com o MMA, é, além de um apoio às pessoas em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza, um estímulo à preservação do ecossistema.

O trabalho de monitoramento executado pelo ministério, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (MG), aponta que houve regeneração da vegetação em regiões onde há presença do Bolsa Verde. Isto é, a partir do momento em que as pessoas residentes nas unidades de conservação passam a receber recursos do programa, a área desmatada torna-se menor com o passar dos anos.

A reserva do Delta do Paranaíba ocupa uma área de 27 mil hectares e é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, chegou a visitar o local e reforçou que o programa é essencial para a conservação ambiental.

“Aqui mesmo, na Resex do Delta do Parnaíba, todo programa de plantio do manguezal foi feito por beneficiários do Bolsa Verde, principalmente por mulheres. O Bolsa não é um programa meramente social, é um programa ambiental e está diretamente ligado a unidades de conservação de sustentabilidade”, disse.

O programa começou quando o pesquisador Francisco das Chagas Rodrigues constatou a degradação da flora na região e resolveu convidar os beneficiários do Bolsa Verde para apoiar o reflorestamento.

Formado por 75 ilhas, o Delta do Paranaíba é o único em mar aberto na América e é um santuário para a reprodução de diversas espécies de peixes, caranguejos, mariscos, lagostas e camarões.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Meio Ambiente

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

ICMBio completa 10 anos de atuação
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
ICMBio completa 10 anos de atuação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios

Últimas imagens

Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Foto: Gilberto Soares/MMA
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Foto: Eduardo Aigner/MDA
Nos municípios selecionados, haverá direcionamento das ações de fiscalização ambiental
Nos municípios selecionados, haverá direcionamento das ações de fiscalização ambiental
Divulgação/Ministério do Meio Ambiente

banner_servico.jpg

Governo digital