Você está aqui: Página Inicial > Meio Ambiente > 2017 > 06 > Fernando de Noronha tem novo plano de manejo

Meio Ambiente

Fernando de Noronha tem novo plano de manejo

Conservação

Assinado pelo ICMBio, documento concilia a preservação do ecossistema às necessidades da população local
por Portal Brasil publicado: 13/06/2017 19h59 última modificação: 03/10/2017 13h05

O novo plano de manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) de Fernando de Noronha foi assinado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O documento, que readequa normas de uso e zoneamento da APA, vai ao encontro das necessidades da população local e da conservação do meio ambiente.

Para o administrador de Fernando de Noronha, Luis Eduardo Antunes, o plano é um ganho para a população. “Os moradores tinham necessidades de premissas básicas como morar e ganhar o seu sustento, agora podem regulamentar a situação de forma sustentável.”

Segundo o gestor do ICMBio, Felipe Mendonça, as mudanças no plano conciliaram as necessidades da população local com a conservação do meio ambiente. “O processo foi bastante negociado e complexo, mas entendemos que conseguimos construir importantes consensos com relação ao território de Fernando de Noronha." 

Fonte: Portal Brasil, com informações do ICMBio

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Banner - Combate às Queimadas

Últimos vídeos

ICMBio completa 10 anos de atuação
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
Instituto agrega 324 unidades de conservação, que somam quase 80 milhões de hectares - o equivalente a 9% do território nacional
ICMBio completa 10 anos de atuação
Unidades de Conservação oferecem oportunidades para as comunidades do entorno e também aos visitantes. Confira entrevista com o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski
Confira as oportunidades geradas pelas Unidades de Conservação
Presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, explica as ações do instituto para combater queimadas que ameaçam flora e fauna do País
ICMBio amplia trabalho de prevenção a incêndios

Últimas imagens

Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Redução chega a 76% quando comparada a 2004. Os estados com maior queda são Tocantins (55%) e Roraima (43%)
Foto: Gilberto Soares/MMA
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Processos passaram a ser mais ágeis, dinâmicos, e conferem mais vantagens aos produtores
Foto: Eduardo Aigner/MDA
Nos municípios selecionados, haverá direcionamento das ações de fiscalização ambiental
Nos municípios selecionados, haverá direcionamento das ações de fiscalização ambiental
Divulgação/Ministério do Meio Ambiente

banner_servico.jpg

Governo digital