Notícias

Juros

Banco Central mantém Selic em 6,5% ao ano

Essa foi a quinta reunião consecutiva que a cúpula da instituição decide por manter a taxa inalterada
publicado: 01/11/2018 13h33, última modificação: 01/11/2018 13h33
Banco Central mantém Selic em 6,5% ao ano

Prédio do Banco Central em Brasília. Decisão foi unânime - Foto: Enildo Amaral/BCB

Pela quinta reunião seguida, a cúpula do Banco Central decidiu manter a taxa básica de juros inalterada em 6,5% ao ano, o menor nível desde 1999. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (31) e anunciada no início da noite.

Chamada no Brasil de Selic, a taxa é uma importante ferramenta para o controle da inflação e tem influência também sobre as taxas cobradas de consumidores e de empresas em operações financeiras.

De acordo com o comunicado divulgado pela diretoria da instituição após a reunião, a decisão foi tomada por unanimidade. O texto diz que a avaliação é de que a inflação está em nível adequado e de acordo com o atual ciclo econômico.

Meta de inflação

A previsão do BC é de que a inflação fique dentro da meta, que é um Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 4,5%. Esse valor, no entanto, pode variar entre 3% e 6%. Se ficar entre esses dois percentuais, será considerado como dentro da meta perseguida no ano.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Banco Central

registrado em: Selic, Banco Central, taxa de juros
Assunto(s): Economia e Finanças