Saúde

Informação

Saiba mais sobre dengue, chikungunya e zika

Fiocruz explica as origens dessas enfermidades, sintomas, complicações, riscos na gravidez e para recém-nascidos
publicado: 17/01/2016 22h31, última modificação: 23/12/2017 11h04
Aedes aegypti

Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya - Foto: Foto: Pref. São Paulo

Dengue, chikungunya e zika são três vírus que estão circulando ao mesmo tempo no Brasil, colocando a saúde pública em alerta. Para ajudar a população a entender melhor a atual situação, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) preparou o infográfico "Aedes em foco: arboviroses em expansão no Brasil", que trata das origens dessas enfermidades, sintomas, complicações e riscos na gravidez e para recém-nascidos.

Dengue, chikungunya e zika são transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. Embora apresentem sinais clinicamente parecidos, como febre, dores de cabeça, dores nas articulações, enjoo e exantema (rash cutâneo ou manchas vermelhas pelo corpo), há alguns sintomas marcantes que diferem as enfermidades. O material da Fiocruz esclarece essas diferenças.

O conteúdo presente no infográfico foi elaborado com base em um artigo científico de pesquisadores da Fiocruz e do Núcleo Operacional Sentinela de Mosquitos Vetores, publicado em maio de 2015 na revista Cadernos de Saúde Pública, cujo tema central é o estabelecimento de chikungunya no País.

Com importantes descobertas sobre associação entre o zika vírus e casos de microcefalias no Brasil e a Síndrome de Guillain Barré, o material foi ampliado. Confira abaixo:

Infográfico Fiocruz

Fonte: Portal Brasil, com informações da Fiocruz

error while rendering plone.belowcontentbody.relateditems