Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2017 > 07 > Unidades Básicas de Saúde serão informatizadas

Saúde

Unidades Básicas de Saúde serão informatizadas

Atenção Básica

Ministério da Saúde lançou consulta pública para que empresas contribuam com projetos para digitalização dos prontuários
por Portal Brasil publicado: 13/07/2017 09h47 última modificação: 13/07/2017 10h53

O Ministério da Saúde pretende informatizar os serviços nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Por isso, a pasta lançou uma consulta pública para reunir propostas de empresas interessadas em promover a digitalização.

A ideia é apoiar estados e municípios na informatização. Atualmente, apenas 35,7% das UBS usam o prontuário eletrônico, o equivalente a 15.158 unidades. O objetivo da pasta é que todas as UBS usem o programa até o fim do ano que vem. 

“A medida é fundamental para que o gestor público possa ter acesso a informações precisas sobre o atendimento e os principais problemas de saúde do cidadão, além do maior controle do gasto público. Para a população, permite o acesso a serviços de mais qualidade. Seus dados clínicos estarão disponíveis em qualquer unidade de saúde do País”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. 

O projeto básico está disponível para receber as contribuições até 21 de julho. Com a digitalização dos dados dos pacientes, o acesso aos prontuários pode ser feito em todas as unidades do País por meio de biometria. 

Com a plataforma digital, todos os serviços de saúde da cidade poderão acompanhar o histórico, os dados e resultado de exames dos pacientes, verificar em tempo real a disponibilidade de medicamentos ou mesmo registrar as visitas de agentes de saúde, melhorando o atendimento ao cidadão. 

Contrato

As empresas selecionadas manterão um contrato de cinco anos com o Ministério da Saúde para oferecer o serviço. Os gestores terão que alimentar o sistema com os dados dos usuários, como identificação do paciente, medicamentos, exames, prescrições, vacinas, toda a evolução clínica do cidadão. 

Fonte: Ministério da Saúde


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Ministério da Saúde vai destinar R$ 520 milhões para a compra de ambulâncias
O Ministério da Saúde liberou R$ 520 milhões para a compra de 6,5 mil ambulâncias que vão ser distribuídas para municípios de todo o País. Iniciativa vai reduzir a burocracia e facilitar o acesso dos municípios aos veículos
Instituto Nacional de Cardiologia realiza transplantes cardíacos em adultos e crianças
É o único hospital público a realizar transplantes cardíacos em adultos e crianças no estado do Rio de Janeiro
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
O Ministério da Saúde liberou R$ 520 milhões para  a compra de 6,5 mil ambulâncias que vão ser distribuídas para   municípios de todo o País. Iniciativa vai reduzir a burocracia e facilitar o acesso dos municípios aos veículos
Ministério da Saúde vai destinar R$ 520 milhões para a compra de ambulâncias
É o único hospital público a realizar transplantes cardíacos em adultos e crianças no estado do Rio de Janeiro
Instituto Nacional de Cardiologia realiza transplantes cardíacos em adultos e crianças

Últimas imagens

Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital