Você está aqui: Página Inicial

Header - Segundo Vídeo

Mais histórias

Principais números

Força Aérea colabora com aumento de transplantes no País

Desde junho deste ano, decreto que determina que a FAB mantenha um avião em solo para transportar órgãos e pacientes para transplantes já permitiu 67 missões. No total, 72 órgãos foram encaminhados para transplantes

Sistema Nacional de Transplantes (SNT) e Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA) são responsáveis pela captação, distribuição e transporte dos tecidos e órgãos transplantados pelo SUS

gestão

Sistemas integrados viabilizam captação, distribuição e transporte dos órgãos

Sistema Nacional de Transplantes (SNT) e Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA) são responsáveis pela organização dos transplantes feitos no SUS

Cada órgão ou tecido possui critérios para posicionar um paciente na relação de espera. Entenda quais são os critérios de classificação em cada caso

Transplantes

Saiba quais são os critérios que posicionam pacientes na lista de espera

Entre os itens considerados estão o tempo de espera, a compatibilidade dos grupos sanguíneos e a gravidade da doença do paciente à espera do órgão

Autorizações por escrito não são úteis na hora da decisão de autorizar a doação de órgãos, que só pode ser feita pela família

confirmação

Apenas a família pode autorizar a doação de órgãos de um parente

Autorizações por escrito não são consideradas válidas na hora da decisão de autorizar a doação de órgãos; daí a importância de revelar sua vontade aos familiares

Etapas de um trasplante

Missões da FAB

Regras para doação