Você está aqui: Página Inicial > Turismo > 2017 > 03 > Brasileiros não precisarão de visto para Emirados Árabes

Turismo

Brasileiros não precisarão de visto para Emirados Árabes

Relações Diplomáticas

Isenção vale para visto de turismo e negócios para portadores de passaportes comuns, diplomáticos e especiais dos dois países
por Portal Brasil publicado: 16/03/2017 20h22 última modificação: 17/03/2017 11h02

O governo brasileiro firmou acordo com o governo dos Emirados Árabes Unidos (EAU) para garantir isenção de visto de turismo e negócios para portadores de passaportes comuns, diplomáticos e especiais dos dois países.

O acordo foi firmado nesta quinta-feira (16) durante visita do ministro de Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Xeique Abdullah Bin Sultan Al Nahyan, ao Itamaraty.

No caso do passaporte comum, como envolve arrecadação de taxas, a isenção precisará passar por aprovação do Congresso Nacional. A isenção para diplomatas e portadores de passaporte especial já vale a partir da assinatura do ato.

Segundo o  ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, a visita do ministro árabe representa uma oportunidade para aprofundar a parceria e realizar projetos de investimento de longo prazo em setores considerados estratégicos para a recuperação da economia brasileira. “Nós tivemos hoje um encontro de trabalho onde nós compartilhamos a visão de que, apesar dos desafios e incertezas do cenário internacional, nossos países têm enorme potencial para estreitar a cooperação e criar oportunidades para gerar desenvolvimento nos nossos países”, declarou o ministro Nunes.

O país árabe é um dos principais importadores de produtos brasileiros na região do Oriente Médio. As trocas comerciais entre os dois países cresceram 785%, entre 2000 e 2016. Entre os principais produtos importados pelos Emirados Árabes Unidos estão o farelo de soja, que representa 88,8% das importações do produto pelo país árabe; o açúcar (80,7%); e a carne de frango (68,8%).

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

registrado em: , ,
Assunto(s): Turismo, Economia

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Atividades turísticas tiveram crescimento em junho, aponta pesquisa
De acordo com levantamento divulgado pelo IBGE, as atividades turísticas tiveram um crescimento de 5,3% no mês de junho.
IBGE divulga pesquisa sobre o setor hoteleiro no Brasil
Levantamento investigou hotéis, pousadas, motéis, apart-hoteis e albergues existentes no País
Turistas revelam aquilo que mais gostaram ao ir à Amazônia
Viaje você também pelos nove estados da Amazônia Legal
De acordo com levantamento divulgado pelo IBGE, as atividades turísticas tiveram um crescimento de 5,3% no mês de junho.
Atividades turísticas tiveram crescimento em junho, aponta pesquisa
Levantamento investigou hotéis, pousadas, motéis, apart-hoteis e albergues existentes no País
IBGE divulga pesquisa sobre o setor hoteleiro no Brasil
Viaje você também pelos nove estados da Amazônia Legal
Turistas revelam aquilo que mais gostaram ao ir à Amazônia

Últimas imagens

Objetivo é aproveitar o período de preparação para a Copa do Mundo para lançar o Brasil em agências de viagem
Objetivo é aproveitar o período de preparação para a Copa do Mundo para lançar o Brasil em agências de viagem
Divulgação/Sec. de Turismo de Belo Horizonte
Estabelecimentos regulares correspondem a apenas 26% do total em funcionamento
Estabelecimentos regulares correspondem a apenas 26% do total em funcionamento
Foto: Gustavo Messina/Ministério do Turismo
Espetáculo é de origem religiosa, quando os jesuítas introduziram a música e a dança na catequese dos índios
Espetáculo é de origem religiosa, quando os jesuítas introduziram a música e a dança na catequese dos índios
Arquivo/Iphan
Entre março e junho também houve crescimento em todos os meses no número de desembarques domésticos
Entre março e junho também houve crescimento em todos os meses no número de desembarques domésticos
Arquivo/EBC
Registro é obrigatório para os prestadores que exerçam as atividades de meios de hospedagem
Registro é obrigatório para os prestadores que exerçam as atividades de meios de hospedagem
Divulgação/Ministério do Turismo

Governo digital